25/01/2016 14h06 - Atualizado em 25/01/2016 14h06

Lucilene Castro lança “Cantos da Amazônia” no Teatro Amazonas

Acompanhada por três músicos, Lucilene interpretará canções de grandes e novos compositores .
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Um mistura de sonoridades em um show minimalista e pensado em cada detalhe. É o que a cantora amazonense Lucilene Castro promete levar ao palco do Teatro Amazonas, no próximo dia 3 de fevereiro, ocasião em que lança seu oitavo CD intitulado “Cantos da Amazônia”. O projeto, que vem sendo idealizado há dois anos, foi contemplado no Edital de Conexões Culturais da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), em 2015.

Acompanhada por três músicos, Lucilene interpretará canções de grandes e novos compositores que enriquecem o cenário da Música Popular Amazonense (MPA), entre eles, Nicolas Junior, Junior Rodrigues, Eliankin Rufino, Neuber Uchoa, Ruy Barata, entre outros. No repertório estão músicas que vão das toadas do boi-bumbá, passando pelo carimbó, samba, rap até as músicas indígenas.

“São vários ritmos, várias sonoridades de canções da nova geração de compositores, sempre falando da Amazônia e da visão urbana que temos dela. Esse é um projeto bem pensado, um dos mais maduros e que apresento sem o menor medo, porque sei que o público conhece meu trabalho”, comentou a cantora.

O show contará com participações especiais como a de Nunes Filho, Márcia Siqueira, Jander Manauara e DJ Carapanã. “O Nunes é um artista que ultrapassa barreias e agrada a todos; a Márcia, além de uma amiga, é um dos grandes nomes femininos ligados a toadas; o Jander é um rapper com uma visão incrível de um lado urbano, de uma Amazônia além das florestas; e o DJ Carapanã é responsável por essa vertente rap”, detalhou Lucilene, que foi a primeira cantora a gravar um CD inteiro somente com toadas de boi-bumbá – o primeiro de sua carreira.

No palco, ela se utiliza ainda do figuro como elemento de demonstração de uma “Amazônia Urbana”, feito especialmente para sua apresentação, com estampas extraídas a partir de um quadro do artista Zeca Nazaré, mostrando o regional moderno, contextualizando o cenário do show.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505