28/01/2016 15h28 - Atualizado em 28/01/2016 15h28

Petrobras tem a 2ª maior perda entre 30 maiores petroleiras

Levantamento revela que Petrobras perdeu 68% de seu valor de mercado em época de baixa no preço do petróleo.
Foto: Paulo Whitaker/Reuters
Foto: Paulo Whitaker/Reuters

Preço do petróleo cai, ações da Petrobras despencam. Essa é a rotina da estatal nos últimos meses e até aí, nenhuma novidade. Mas um levantamento revela que as ações da Petrobras tiveram a segunda maior queda entre as principais petroleiras do mundo nesse período de baixa do petróleo.

O levantamento feito pela provedora de informações empresariais Thomson Reuters Eikon, a pedido de EXAME.com, mostra o valor de mercado que cada uma das 30 maiores petroleiras do mundo perdeu ou ganhou a partir de 2014.

Publicidade

Entre as 30, apenas quatro ganharam valor no período. A maior petroleira do mundo, Exxon Mobil, perdeu 31% de seu valor de mercado entre janeiro de 2014 e janeiro de 2016.

Nesse período, a Petrobras encolheu 35 bilhões de dólares em valor de mercado, ou 68% de seu valor desde o início de 2014. A queda só não é maior do que a da colombiana Ecopetrol, que no período perdeu mais de 75% do seu valor de mercado.

Essas duas empresas têm, em comum, o fato de enfrentarem outros problemas além da desvalorização do petróleo. A avaliação de analistas é que, nestes casos, a queda no preço da commodity foi “a cereja do bolo” de problemas internos.

A Petrobras enfrenta uma dívida bruta que alcançou o valor de 127,5 bilhões de dólares no terceiro trimestre de 2015. A estatal é constantemente criticada por analistas e investidores que acreditam que a empresa não tem realizado desinvestimentos suficientes. Além disso, os papéis da petroleira também foram bastante impactados pela Operação Lava Jato.

“Se o problema da Petrobras fosse apenas o petróleo, ela seria bastante pressionada. Mas não enfrentaria quedas tão grandes nas suas ações”, explica Bruno Piagentini, analista da Coinvalores

A Ecopetrol fez uma série de investimentos nos últimos anos. A esperança era encontrar grandes poços de petróleo na Colômbia, que faz fronteira com a Venezuela, país que tem as maiores reservas dessa commodity no mundo. Mas os promissores poços até hoje não foram encontrados.

Em 2015, a meta original de produção da Ecopetrol era de 1 milhão de barris de petróleo por dia, mas foi reduzida para 760 mil barris. Para se ter uma ideia, em 2015 a produção média da Petrobras foi de 2,128 milhões de barris por dia.

Fonte: Exame.com

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505