21/01/2016 13h01 - Atualizado em 22/01/2016 13h00

Semsa promoverá ações de prevenção às DSTs/Aids durante o carnaval

Serão distribuídos aproximadamente 1,5 milhão de preservativos.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vai reforçar as ações de prevenção às Doenças Sexualmente Transmissíveis/Aids (DSTS/Aids) durante o período de carnaval. As atividades serão desenvolvidas durante as apresentações de bandas e blocos, nos ensaios e nos desfiles das escolas de samba de Manaus. A expectativa é para a atuação em 92 programações carnavalescas, com a distribuição de 552.084 preservativos, além de também disponibilizar nas Unidades Básicas de Saúde, totalizando aproximadamente 1,5 milhão de preservativos no período.

O trabalho será executado por equipes de profissionais dos Distritos de Saúde Sul, Norte, Leste, Oeste e Rural, totalizando 950 servidores, enfatizando junto à população a importância do uso do preservativo como um mecanismo de prevenção às doenças sexualmente transmissíveis, como Aids, sífilis e hepatite.

“Os profissionais irão reforçar as ações até o dia 14 de fevereiro, mas é essencial lembrar que as Unidades de Saúde disponibilizam o preservativo de forma gratuita durante todo o ano para a população”, informa o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão.

Uma das primeiras ações de prevenção às DST´s/Aids vai acontecer no domingo, dia 24, no ensaio da Escola de Samba Reino Unido da Liberdade, no bairro Morro da Liberdade, a partir das 17h00. O evento contará com a atuação de uma equipe de profissionais do Distrito de Saúde Sul (Disa Sul) com a distribuição de 25 mil preservativos.

“Os profissionais do Disa Sul já programaram a atuação em dez bandas carnavalescas, além de ensaios de escola de samba e durante o desfile no dia 06 de fevereiro, no Sambódromo”, explica Kátia Cavalcante, técnica responsável pela programação no Disa Sul.

A Semsa também vai reforçar para a necessidade da realização de testes para a detecção precoce das doenças sexualmente transmissíveis. O teste rápido para HIV, sífilis e hepatite já é disponibilizado em 72 Unidades de Saúde e qualquer pessoa pode ter acesso ao exame de forma rápida, segura e sigilosa.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505