14/01/2016 10h31 - Atualizado em 14/01/2016 10h31

Setor de serviços recua 6,3% em novembro, diz IBGE

O recuo é o mais forte desde o início da série, em janeiro de 2012.
Foto: Luiz Claudio Barbosa/Folhapress
Foto: Luiz Claudio Barbosa/Folhapress

O volume do setor de serviços caiu 6,3% em novembro de 2015 em comparação com o mesmo mês de 2014, já descontados os efeitos da inflação, informou nesta quinta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com isso, o volume de serviços prestados acumula queda de 3,4% no ano.

O recuo em comparação com novembro de 2014 é o mais forte desde o início da série, em janeiro de 2012. Desde agosto de 2015, o IBGE divulga índices de volume no âmbito da pesquisa mensal de serviços. Antes, o órgão anunciava apenas os dados da receita bruta nominal, sem tirar a influência dos preços sobre o resultado. Por esse indicador, que continua a ser divulgado, a receita nominal recuou 0,8% em novembro deste ano em relação ao mesmo mês de 2014.

A pesquisa mensal de serviços (PMS) ainda não conta com dados com ajuste sazonal (que permitem a análise do mês contra o mês imediatamente anterior), pois, segundo o IBGE, a dessazonalização requer a existência de uma série histórica de aproximadamente quatro anos.

Famílias
O volume de serviços prestados às famílias recuou 6,6% em novembro em comparação com o mesmo mês de 2014, segundo o IBGE. O volume de serviços profissionais, administrativos e complementares também cedeu 6,6% em novembro em relação a novembro de 2014. O resultado é puxado pelos serviços técnico-profissionais (-7,1%), embora o segmento administrativo e complementar também tenha piorado (-6,4%).

O volume de serviços de transportes, por sua vez, recuou 8,2% – uma contribuição de -2,6 pontos porcentuais no resultado geral, que foi de queda de 6,3% no período. O principal impacto negativo veio do transporte terrestre (-13,8%), seguido por armazenagem (-6,2%). O volume de transporte aéreo cresceu 11,3%, enquanto o transporte aquaviário avançou 15,6%.

Os serviços de informação e comunicação tiveram queda de 4,4% no volume prestado em novembro ante igual mês de 2014. Já os outros serviços encolheram 7,4% nesta base de comparação.

Fonte: Veja.com

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505