01/02/2016 14h53 - Atualizado em 1/02/2016 14h53

BBB: Acusado de pedofilia, Laércio tem a vida vasculhada pelos internautas

Enquanto os concorrentes trocam ofensas dentro da casa, fanpages reúnem “provas”.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A edição deste ano do Big Brother Brasil começou com uma polêmica que transformou a internet em um campo de batalha. Laércio de Moura, 53, foi acusado de pedofilia pela participante Ana Paula, que ele enfrenta no paredão desta semana. Enquanto os concorrentes trocam ofensas dentro da “casa mais vigiada do Brasil”, fanpages reúnem “provas” para convencer o público de que o tatuador deve ser eliminado do programa.

Após ter ouvido de Laércio que ele namora mulheres “novinhas” e que se relaciona com menores de idade, a jornalista o acusou de ser “pedófilo” e, ao vê-lo dormindo de cueca, o chamou de “velho nojento e fedido”.

O favorito do público nas enquetes sobre o paredão da semana, Laércio tem a vida vasculhada nas redes sociais. Sabe-se que, no Facebook, ele segue páginas de armas, supremacia racial e até uma fanpage de uma participante de um reality show mirim.

Uma postagem específica, de 2013, chamou atenção dos opositores. Nela, o “brother” publicou a imagem de uma adolescente de sutiã. Um amigo comentou: “Seu pedófilo!”. Ele respondeu: “Efebófilo”, palavra que remete a quem sente atração por adolescentes.

A campanha contrária a Laércio provocou o efeito oposto nas opiniões de parte do público que acompanha o reality show. Para essa “torcida”, Ana Paula seria uma “menina mimada” que reclama por pouco e gosta de fazer estardalhaço na casa – e Laércio, para eles, é responsável pelos atos dele.

Fonte: Papel Pop/Veja São Paulo

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505