18/02/2016 07h34 - Atualizado em 18/02/2016 07h34

Dois meses após Lei do Bem ser encerrada, preço de smartphones sobe até 80%

Lei garantia isenções fiscais a lojas para a venda de produtos eletrônicos.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Pouco mais de dois meses depois do encerramento da Lei 11.196, conhecida como a Lei do Bem, a diferença já é sentida pelo bolso do usuário: de dezembro a fevereiro, o preço de alguns produtos chegou a subir cerca de 80%.

A Lei do Bem garantia isenções fiscais – de 3,6% a 9,2% – a lojas para a venda de produtos eletrônicos como smartphones e notebooks. Aliando o fim do benefício à alta do dólar, os produtos acabam custando, no mínimo, 10% a mais.

De acordo com o comparador de preços Zoom, smartphones como o Xperia Z3 Compact, passaram dos R$ 1 mil para cerca de R$ 1,9 mil. Modelos mais simples, como o Lumia 640 XL, da Microsoft, passaram de cerca de R$ 540 para R$ 915, um aumento de quase 40%.

Entre os celulares que sofreram menor elevação estão o Moto G3, que passou de R$ 850 para R$ 1 mil, e o Galaxy Gran Prime Duos, passando dos R$ 540 para os R$ 650, aumentos de 17% e 20%, respectivamente.

De acordo com Thiago Flores, diretor executivo do Zoom, quem precisa comprar um novo dispositivo deve ficar atento a descontos e promoções. ” Se encontrar uma boa oportunidade, é bom aproveitar o momento para se precaver de um aumento de preço ainda maior, já que passamos por um período de alta do dólar e da inflação”, explica.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505