15/02/2016 11h52 - Atualizado em 15/02/2016 11h54

Gestores de escolas recebem orientações para combate ao Aedes Aegypti

Gestores de 490 unidades de ensino participaram nesta segunda-feira (15), de reunião.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Gestores e representantes das 490 unidades de ensino da Secretaria Municipal de Educação (Semed) receberam, nesta segunda-feira, 15, orientações sobre os cuidados para a prevenção e combate ao mosquito Aedes Aegypti que serão aplicadas na próxima sexta-feira, 19, quando acontecerá o ‘Dia D’ do combate ao mosquito nas escolas de todo o Brasil. A reunião, coordenada pela Gerência de Atividade Complementares e Programas Especiais (GAGPE), aconteceu no auditório da Semed, zona Centro-Sul.

A ação faz parte do Pacto da Educação Brasileira Contra o Zika, promovida pelo Ministério da Educação (MEC). Em Manaus, a Semed se junta a outras secretarias municipais e estaduais ao combate do mosquito transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya.

De acordo com a gerente da GAGPE da Semed, Dircélia Ortiz, os educadores serão capacitados para se tornarem multiplicadores das ações preventivas. Segundo ela, a Semed está mobilizando toda a comunidade escolar para iniciar uma grande mobilização a partir do dia 19 nas escolas da rede.

“Todas as Divisões Distritais Zonais (DDZs) da Semed participam dessa reunião, pois esses servidores serão agentes multiplicadores. Vamos capacitá-los para torná-los brigadistas para que possam identificar os focos e prevenir essas doenças. Essa ação é em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) com o Exército Brasileiro, que enviaram representantes para palestrar junto aos educadores”, destacou.

A importância da participação dos educadores na ação de combate foi destacada pela gerente de Promoção da Saúde, Francinara Lima, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). “A educação é o ponto fundamental para a transformação da realidade. Muitas pessoas sabem que têm que eliminar o criadouro, porém ainda não tem uma rotina semanal para essa eliminação. Aproveitamos esse momento para orientar os educadores para que possam realizar vistorias semanais de identificação e eliminação dos criadouros e promover ambientes mais saudáveis e livre do mosquito”, informou.

Cada gestor vai poder montar suas atividades nas escolas para o dia de Mobilização Nacional de Combate ao Aedes Aegypti. Eles serão responsáveis por alertar a comunidade escolar sobre os cuidados e prevenção para que o mosquito não se prolifere. Segundo o gestor Marco Aurélio, da Escola Municipal Antônio Moraes, as informações obtidas durante a reunião serão todas repassadas para os pais dos alunos.

“A gente tem que se inteirar sobre as providências que devemos tomar para repassar todos os fatos para combater esse vírus. Na próxima sexta-feira, vamos aproveitar a reunião com os pais para passar essas informações para a comunidade em geral. Vamos trabalhar para que esse vírus não se espalhe”, afirmou.

Conhecer o inimigo é a arma principal para o combate ao mosquito Aedes Aegypti, como destacou a pedagoga Silvia Andrade, do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Professor Wilson Mota Reis.

“Confesso que fiquei surpresa com tantas informações que tivemos hoje. O mosquito é muito inteligente, por isso temos que pegar esse material e trabalhar intensamente nas escolas. A comunidade precisa entrar no ambiente escolar e no dia D, dia 19, vamos mostrar quem é esse inimigo para poder combatê-lo. Vamos montar ações para eliminar os focos dos mosquitos”, informou.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505