19/02/2016 16h29 - Atualizado em 19/02/2016 16h29

Grupo Chibatão realiza ação de combate ao Aedes em região portuária de Manaus

Em Manaus, mais de 30 casos de zika foram confirmados.
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Esta semana, a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) divulgou que foram confirmados 30 casos de zika vírus em Manaus. Para contribuir na erradicação destes casos na capital, nesta sexta-feira (19), o Grupo Chibatão iniciou uma ação de combate aos criadouros do mosquito Aedes Aegypti, vetor de transmissão das doenças dengue, zika e chikungunya, entre outras, em toda a sua região portuária.

Promovida pelo setor de Recursos Humanos do grupo, a campanha batizada de “Grupo Chibatão contra o Aedes”, terá o apoio de membros da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Na sexta (19), equipes visitarão todas as empresas do complexo, inclusive o terminal portuário para mapear locais que possam se tornar criadouros do mosquito, realizar a limpeza das áreas e a pulverização.

Já no sábado (20), será promovida uma ação de conscientização com as famílias dos colaboradores do grupo, para que a campanha se estenda até suas casas. Animada com jogos de perguntas e curiosidades sobre como prevenir as doenças, a atividade será focada principalmente nas crianças. A prevenção será realizada de forma contínua.

“Somos uma empresa amazonense e estamos muito envolvidos com a comunidade, através de nossa responsabilidade social. Assim, não podíamos ficar omissos com esses casos que tem prejudicado todo o País, inclusive o nosso Estado. Campanhas como estas são extremamente importantes, tanto dentro quanto fora das empresas, para ajudarmos a controlar a proliferação do mosquito e reduzir os casos das doenças”, explicou Presidente do Grupo Chibatão, Jean Bergson, idealizador da iniciativa.

Durante a campanha, as equipes trabalharão uma abordagem educativa com orientações e distribuição de panfletos e ainda pela intranet do grupo alertando sobre os cuidados que devem ser tomados e como evitar a proliferação do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya em toda a extensão do grupo, tanto para colaboradores quanto para prestadores de serviço.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505