05/02/2016 14h45 - Atualizado em 5/02/2016 14h48

Semsa alerta sobre disponibilidade de vagas para mamografia na rede

A estimativa é que 30% das vagas disponíveis na rede não sejam utilizadas pela população por falta de demanda.
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

No Dia Nacional da Mamografia, comemorado nesta sexta-feira, 5 de fevereiro, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) reforça o alerta para a realização do exame de mamografia para a prevenção ao câncer de Mama. A estimativa é que 30% das vagas disponíveis na rede não sejam utilizadas pela população por falta de demanda.

Para garantir o acesso ao serviço, a rede municipal de saúde disponibiliza exames de mamografia em quatro Unidades Móveis de Saúde da Mulher e em cinco unidades tradicionais, sendo elas Policlínica Alfredo Campos e Policlínica Dr. Antônio Comte Telles (ambas na zona Leste); Unidade Básica de Saúde Sálvio Belota (zona Norte), Policlínica Djalma Batista (zona Oeste) e Policlínica Dr. Antônio Reis (zona Sul).

Em 2015, somente nas quatro Unidades Móveis foram realizadas 15 mil mamografias, com a utilização de 70% da capacidade instalada para atendimento às mulheres. “Aproximadamente 30% das vagas para o exame não são utilizadas por falta de demanda. A procura abaixo da capacidade de oferta do serviço é uma tendência observada nas Unidades Móveis a cada ano. Lembrando que a mamografia é um exame que, se não houver indicação médica em contrário, não precisa ser feito todos os anos”, explicou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

O chefe da Divisão Técnica do Programa Saúde Manaus Itinerante, Márcio Martins, informa que as quatro Unidades Móveis oferecem 160 vagas diariamente e o atendimento é feito por demanda espontânea, pela manhã a partir das 8h, e pela tarde a partir das 13h, de acordo com a ordem de chegada.

“Para o exame de mamografia nas Unidades Móveis, mulheres de até 49 anos precisam apresentar requisição médica, RG e CPF. Mulheres com idade a partir de 50 anos não precisam de requisição médica, mas devem apresentar os documentos pessoais”, afirmou Márcio Martins.

Já nas cinco unidades tradicionais que oferecem o exame de mamografia, a oferta de vagas é feita pelo Sistema de Regulação (Sisreg). “Também não há filas de espera no Sisreg para a realização da mamografia nas UBSs e policlínicas. Aliás, é um dos exames no Sistema Único de Saúde (SUS) onde a oferta é maior do que a procura”, garantiu a chefe do Núcleo de Saúde da Mulher da Semsa, enfermeira Rita de Cássia Castro de Jesus.

A enfermeira lembrou ainda que o Ministério da Saúde publicou em outubro do ano passado portaria determinando a não ampliação do uso da mamografia para o rastreamento do câncer de mama em mulheres assintomáticas com risco habitual fora da faixa etária atualmente recomendada (50 a 69 anos) no SUS. “Isso significa que o exame só deve ser recomendado para mulheres com menos de 49 anos caso haja algum tipo de indicação médica específica para cada caso”, explicou Rita de Cássia.

A programação das Unidades Móveis tem atualizações quinzenais de locais de atendimento, serviços disponibilizados e requisitos, e pode ser acessada no site semsa.manaus.am.gov.br.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505