02/03/2016 13h02 - Atualizado em 2/03/2016 13h07

Após denúncias de fraude, vereador quer acabar com a falsificação de carimbos médicos

Marcelo Serafim propõe criação de cadastro na Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Por intermédio de denúncias dos profissionais da área da saúde, verificou se a existência de uma prática que, atualmente, se tornou bastante comum: a falsificação de carimbos médicos com a finalidade de obter medicamentos gratuitos na rede pública de saúde e, posteriormente, vende los com o intuito de obter lucros. Para acabar com esta ilegalidade, o vereador Marcelo Serafim (PSB) apresentou á Mesa Diretora da Câmara Municipal de Manaus (CMM), nesta semana, Indicação n° 0005/ 2016 a criação de um cadastro na Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), a fim de que empresas interessadas se credenciem para confeccionar os carimbos dos profissionais de saúde domiciliados em Manaus.

Após os tramites legais a Indicação pede a Mesa Diretora que envie ao Secretário Municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, para a criação de um cadastro na Semsa. “Este é um problema que prejudica a sociedade, principalmente, aqueles que necessitam dos remédios para tratamentos de enfermidades e não possuem condições financeiras de adquiri los em farmácias da rede privada.” Enfatizou Marcelo Serafim.

Assim, de acordo com o parlamentar, com o objetivo de coibir esse crime, ele propõem se a criação de um cadastro na Semsa, a fim de que empresas sérias e idôneas se credenciem para confeccionar os carimbos dos profissionais de saúde domiciliados em Manaus. “Dada a urgência que o caso requer, espera se que tal medida seja acolhida e implementada o mais breve possível.”, finalizou Marcelo Serafim.

No primeiro semestre de 2015, um anúncio nas redes sociais mostrava a foto de um modelo de atestado médico com carimbo de registro no Conselho Regional de Medicina (CRM). Na época, o presidente da entidade, disse que era comum a falsificação de atestados. Qualquer pessoa poderia utilizar o nome de um médico. Ele até alertou aos profissionais para adotarem medidas de segurança para evitar a falsificação do registro e até de assinaturas. A recomendação, no ano passado, era para utilizarem carimbos personalizados para dificultar a ação dos criminosos.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505