19/03/2016 02h12 - Atualizado em 19/03/2016 02h18

Após reviravolta, maioria dos parlamentares do AM fica indecisa sobre impeachment

Dados são do Mapa do Impeachment associado à consulta aos parlamentares.
Foto: AM POST
Foto: AM POST

Depois da divulgação de escutas telefônicas das investigações da Operação Lava Jato, em que aparecem o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Lula, e a presidente Dilma Rousseff (PT) combinando a posse de Lula como ministro – vista como uma forma de fugir de possível mandato de prisão – alguns parlamentares da bancada do Amazonas no Congresso Nacional mudaram de opinião sobre o processo de impeachment da presidente. A lista de indecisos passou de dois para seis, e a dos que defendem o Impeachment de três para quatro. Já a lista de contrários reduziu de seis para um.

Os dados são do Mapa do Impeachment (mapa.vemprarua.net) associado a consultas feitas pela reportagem do AM POST junto aos parlamentares que conseguimos contato. O Mapa foi criado por membros do Movimento Vem pra Rua (VPR) para monitorar o que pensam os parlamentares do Congresso, e como votariam caso o impeachment fosse votado hoje. O posicionamento no site é baseado nas manifestações públicas dos parlamentares, na tribuna do Parlamento, Redes Sociais, ou em matérias jornalísticas.

Segundo informações do Mapa do Impeachment, nesta sexta-feira (18), apenas três dos onze parlamentares se mantinham na lista dos contrários ao processo de impedimento e afastamento da presidente Dilma: os deputados Marcos Rotta (PMDB), Alfredo Nascimento (PR), e a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB).

Apesar disso, apenas a senadora Vanessa Grazziotin se manifestou publicamente contra o impeachment, inclusive na tribuna do Senado, e nas suas redes sociais.

A assessoria do deputado Alfredo Nascimento informou que diante das mudanças, o parlamentar, que é presidente nacional do PR, vai se reunir com os demais integrantes do partido para se posicionar, passando assim a integrar a lista dos indefinidos, ou indecisos como mostra o Mapa.

Mesmo na lista de contrários ao Impeachment no Mapa, o deputado Marcos Rotta, que já havia se manifestado contra por entender que não havia provas suficientes, disse na manhã desta sexta-feira (18), que é a favor da “saída do governo”. “Durante reunião da bancada ontem defendi o desembarque do governo. O maior partido do país não pode deixar de se posicionar diante de tamanha insatisfação popular, de uma crise econômica política, diante da desesperança, do desemprego, da fuga de investimentos”, disse Rotta.

Indecisos

Agora a lista dos indecisos no Mapa é composta por cinco parlamentares: os senadores Omar Aziz (PSD) e Sandra Braga (PMDB), e os deputados Atila Lins (PSD), Conceição Sampaio (PP), e Silas Câmara (PRB). Alfredo, por enquanto, soma-se a eles, na lista do AM POST devido a consulta feita pela reportagem junto a assessoria do deputado.

Silas e Conceição já apareciam na lista de indecisos, mas afirmaram ser contra o impedimento em matérias de jornais amazonenses publicadas no final do ano passado, por acreditarem que havia necessidade de aguardar a comprovação do envolvimento da presidente em crimes que levassem a cassação dela.

No seu programa de TV desta sexta-feira, Conceição disse que nunca se manifestou sobre o impeachment anteriormente, e disse que fará isso com prudência e equilíbrio.

À reportagem, a assessoria da deputada Conceição informou que a parlamentar aguarda posicionamento do PP que irá se reunir nos próximos dias para decidir se deixará ou não a base do governo no Congresso. Nesta quinta-feira (17), a deputada assinou a lista em que os parlamentares solicitam do presidente nacional da sigla, Ciro Nogueira, uma reunião para discutir o assunto.

O deputado Silas, que antes fazia parte da lista dos contrários ao impeachment, publicou em uma das suas redes sociais um vídeo em que diz que o PRB, partido que ele agora faz parte, declarou saída da base do governo para um bloco independente, e disse que “comprovado esses fatos” do envolvimento de Dilma nos casos de desvio de dinheiro público votará “a favor do impedimento e da afastamento da presidente Dilma”.

A favor do Impeachment

São declaradamente a favor do processo de afastamento da presidente, segundo Mapa do Impeachment, os deputados Arthur Virgílio Neto (PSDB), Hissa Abrahão (PPS) e Pauderney Avelino (DEM). Rotta entrou na lista dos que são a favor do impeachment do AM POST após consulta ao próprio deputado.

Redação AM POST

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505