22/03/2016 06h49 - Atualizado em 22/03/2016 07h04

Atendendo a pedidos de moradores, vereador Everaldo tenta barrar obra da Manaus Ambiental

Empresa quer fazer uma Estação de Tratamento de Efluentes em local utilizado para prática de esportes e atividades culturais.
Foto: Tiago Correa/CMM
Foto: Tiago Correa/CMM

O presidente da Comissão de Meio Ambiente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Everaldo Farias (PV), quer barrar a construção de uma Estação de Tratamento de Efluentes (ETE), no bairro da Betânia na Zona Sul de Manaus. A obra está sendo construída em uma área onde ocorre a prática de esportes e onde são realizados eventos culturais atendendo a mais de 5 mil famílias.

Os locais são conhecidos como “Campo do Betanhão” e “Campo do Noroeste”, ambos localizados na Rua 5 de Fevereiro esquina com a Rua do Rosário, na Betânia. Em reunião com moradores este mês, o vereador debateu propostas que substituíssem o projeto original da Manaus Ambiental: a primeira é a transformação de um dos campos em um campo gramado com arquibancadas e no outro a ETE. Já a segunda proposta prevê a construção de um ginásio e ao lado a implantação de um campo society, deixando o outro para a instalação da ETE.

“Uma Estação de Tratamento de Efluentes é bem vinda, mas não podemos aceitar que a Manaus Ambiental tome áreas destinadas ao lazer da comunidade, tomando posse dessas áreas. É muito confortável para eles fazer isso. Eles têm recurso suficiente para identificar outra área e fazer isso e não retirar dos moradores um lugar de grande importância social”, explicou Everaldo Farias.

O vereador enfatizou que durante a reunião foi informado pela empresa que a proposta e construção da ETE nos campos é da Prefeitura de Manaus, mas o parlamentar desconfia da justificativa. “Aquela área pertence à comunidade e a Manaus Ambiental só usa 13% dos esgotos da nossa cidade e ela precisa assumir investimentos. Uma empresa que cobra taxa de tratamento de esgoto, mas assume que há apenas uma pequena parcela que recebe esse tratamento é obrigada a se responsabilizar pela construção da estação sem prejudicar os moradores”, concluiu Everaldo.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505