15/03/2016 09h06 - Atualizado em 16/03/2016 07h24

Aumento da taxa do IPTU não é abusivo, garante Elias Emanuel

A juíza Kathleen dos Santos Gomes suspendeu a cobrança na última sexta-feira (11).
Foto: Tiago Corrêa (CMM)
Foto: Tiago Corrêa (CMM)

O vereador e líder do governo na Câmara Municipal de Manaus, Elias Emanuel (PSDB), utilizou o seu tempo, durante o pequeno expediente, para esclarecer os questionamentos levantados sobre o aumento do Imposto Territorial Urbano (IPTU), que foi suspenso pelo Ministério Público.

Para o parlamentar, o tema tem sido tratado de forma maldosa e caluniosa, uma vez que não houve reajuste de 400%, conforme tem sido divulgado. “Ouço pessoas propagando, de forma maldosa, que o nosso IPTU teve uma majoração de 400%. Não faço ideia de onde isso saiu, porque não é verdade. Nosso imposto tem sofrido constantes reajustes devido à aprovação da Lei 1.628/2011, aprovada nesta Casa, a qual eu votei contrário”.

Segundo dados da Secretaria de Finanças do Município, o reajuste de 2015 para 2016 foi de 23%, para a maior parte dos 527 mil contribuintes. Apenas 10 imóveis sofreram o reajuste de 100% que aconteceu devido à atualização do sistema, somado a inflação de 10,97%. O vereador afirmou que a notícia de aumento abusivo espalhada pela cidade, tem cunho político e eleitoreiro.

“A prefeitura jamais cometeria um ato tão irresponsável. A lei do então prefeito Amazonino Mendes vem corrigindo o valor do metro quadrado na cidade de Manaus, porque a planta de valores vigente da cidade era de 1983, então o reajuste tem acontecido de forma gradual nos últimos quatro anos e este é o último ano”, disse Elias.

O vereador concluiu afirmando que o acréscimo que poderá ocorrer no próximo ano será da inflação, devido à situação econômica do país e não por força de lei. E pediu ainda tranquilidade para a população, uma vez que o aumento está dentro do previsto e com uma porcentagem muito abaixo da especulada.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505