07/03/2016 08h25 - Atualizado em 7/03/2016 08h30

Bumlai pode negociar delação premiada com o MPF, diz Valor

De acordo com o jornal, o empresário e amigo de Lula, reuniu-se com procuradores há cerca de duas semanas.
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

SÃO PAULO – Segundo o jornal Valor Econômico, o pecuarista José Carlos Bumlai está negociando delação premiada com investigadores da Operação Lava-Jato.

De acordo com o jornal, o empresário, o amigo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, reuniu-se com procuradores há cerca de duas semanas e foi indagado sobre a sua disposição em colaborar com a força-tarefa.

Se a delação for realizada, Bumlai poderá esclarecer as suspeitas do Ministério Público Federal de que Lula teria conhecimento e aprovado a contratação do Grupo Schahin para operar navio-sonda da Petrobras, tendo como contrapartida um empréstimo de R$ 12 milhões, contraído por Bumlai no banco Schahin. Outro ponto de interesse seria sobre a investigação do sítio em Atibaia: uma frente da investigação apura se Bumlai intermediou pagamentos para a compra do imóvel.

No jornal O Estado de S. Paulo de hoje, vale destacar a notícia de que um primo de Bumlai é o dono de uma cobertura usada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e família no prédio onde o petista mora em São Bernardo do Campo. O imóvel foi alvo de busca e apreensão na 24.ª fase da Operação Lava Jato, após o síndico do prédio indicar aos policiais federais que o imóvel pertenceria ao ex-presidente.

O apartamento é vizinho ao imóvel de propriedade de Lula e já foi alugado pelo Planalto entre 2007 e 2010. A PF investiga a suspeita de que o ex-presidente oculte patrimônios e receba vantagens de empreiteiras envolvidas em esquemas de corrupção na Petrobrás. Os investigadores também suspeitam que um sítio em Atibaia, registrado em nome dois empresários sócios de seu filho, seja na verdade de Lula, bem como um triplex no Guarujá, que está registrado pela OAS.

Fonte: InfoMoney/Agência Estado

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505