05/03/2016 11h21 - Atualizado em 7/03/2016 10h09

Chef amazonense supera obstáculos e lança DVD “Sensações da Amazônia”

Andrew Schulze ensina 15 receitas que sempre tem um ingrediente da região amazônica e promete surpreender.
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O chef amazonense Andrew Schulze superou obstáculos e realizou mais um sonho na área da gastronomia. Ele lançou, há duas semanas, o DVD “Sensações da Amazônia”.

Segundo o chef, a obra reúne 15 receitas diversificadas, sempre com um ingrediente especifico da região amazônica. Os destaques ficam por conta dos pães, bolos e quiches. A ideia surgiu em maio de 2015. “Eu aproveitei que estava criando as receitas para o concurso Baker Top 2015 e percebi que era uma ótima oportunidade. Corri atrás e o resultado está aí”.

O trabalho, que pode até parecer fácil, esconde alguns obstáculos, uns dão até água na boca. O chef precisou passar noites em claro testando novas receitas, novos temperos. Ele acredita que são nesses momentos que a mágica da gastronomia acontece e, quando consegue superar as expectativas, a sensação é inexplicável.

“Não consigo explicar cada sensação que temos na hora da criação. Mas a paixão pela confeitaria e a curiosidade em descobrir novos sabores e texturas é o que me motiva. Gosto de surpreender as pessoas”, disse.

Andrew nem aproveitou direito o nascimento do mais novo “filho” e já arquiteta novos projetos para esse ano. Entre várias metas, o chef destacou o objetivo de ter uma sala para ensinar outras pessoas a arte da confeitaria e já pensa, também, no segundo volume do “Sensações da Amazônia”.

Carreira

O amazonense é formado em gastronomia há 3 anos e revela que não foi difícil de descobrir que a gastronomia era a paixão da vida dele e que iria seguir carreira na área da confeitaria.
O chef iniciou como auxiliar de confeitaria e revela que a atividade, que pode ser olhada de canto de olho por algumas pessoas, foi fundamental para seu crescimento profissional. “O início foi muito complicado porque algumas pessoas ensinavam com dedicação e do jeito certo, mas muitas me ensinavam do jeito errado só para eu me ferrar”, lembra.

Mas essas situações motivaram ainda mais o jovem. “A vida ensina. Eu caía e levantava mais na frente com mais vontade de aprender. Nem sempre era ruim. Conheci excelentes profissionais que sempre me ajudavam quando as dúvidas surgiam”, lembra.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505