08/03/2016 13h02 - Atualizado em 8/03/2016 13h02

Estudantes confeccionam protótipos de células para fortalecer o aprendizado de Ciências

O trabalho faz uso de materiais recicláveis e ajuda os estudantes a compreender a disciplina.
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O ensino da disciplina de Ciências ministrado na escola estadual Pe. Agostinho Martin, localizada no bairro São Francisco, zona Sul de Manaus, tem sido reforçado pela realização de oficinas nas quais os estudantes têm a oportunidade de confeccionar protótipos de células. O trabalho faz uso de materiais recicláveis e além de aguçar a capacidade criativa dos alunos, os leva a compreender, com maior riqueza de detalhes, aspectos teóricos da disciplina.

Na escola, o trabalho vem sendo coordenado pelo professor de Ciências, Marcos André Souza, 38. Segundo o docente, a iniciativa visa dar maior dinamismo ao conteúdo que é ministrado em sala de aula. “É imprescindível que os professores busquem maneiras alternativas de ensinar. Quando trabalhamos a citologia – ramo da biologia que estuda as células –, por exemplo, é comum observamos em alguns, alunos certa dificuldade de compreensão. Para sanar esta dificuldade, realizamos então este trabalho de confecção de protótipos de células a fim de tornar o assunto mais compreensível”, explicou o professor.

O trabalho de confecção dos protótipos envolve a utilização de materiais como massa de modelar, isopor e tinta. “Antes da confecção dos moldes, os alunos realizaram estudo prévio do funcionamento das células no corpo humano. A experiência foi válida e o aprendizado adquirido superou as expectativas”, revelou o professor Marcos André Souza.

Para a estudante Victória Layane, 12, aluna do 8º ano do ensino fundamental, a atividade faz com que os alunos se interessem mais pelos estudos. “É bastante interessante, pois entendemos aquilo que o professor nos ensina vendo e desenvolvendo na prática. Gosto muito de Ciências, e espero que esse tipo de atividade continue acontecendo”, disse.

Localizada na Rua Alfredo Paes Barreto, nº 1100, bairro São Francisco e integrando a Coordenadoria Distrital de Educação 01 da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), a escola estadual Pe. Agostinho Martin atende regularmente a uma clientela de 456 alunos do ensino fundamental.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505