10/03/2016 15h02 - Atualizado em 10/03/2016 15h02

Homem que matou adolescente por dívida de R$ 300 é preso, em Manaus

Segundo a PC, o adolescente era usuário de drogas e devia a quantia ao criminoso que vendia drogas.
Foto: Divulgação PC
Foto: Divulgação PC

Leandro Sousa Baima, 18, envolvido no homicídio do adolescente Matheus de Souza Chaves, ocorrido no dia 22 de fevereiro deste ano, no bairro Colônia Santo Antônio, zona Norte de Manaus, foi apresentado na manhã desta terça-feira, dia 9, no prédio da Delegacia Geral, situado no bairro Dom Pedro, zona Centro-Oeste da cidade. O jovem foi preso pela equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) às 17h da última quinta-feira, dia 3, na mesma área onde aconteceu o delito.

De acordo com o delegado titular da DEHS, Ivo Martins, o infrator teria envolvimento com o tráfico de drogas na capital. Inclusive, no momento em que foi abordado estava em posse de 34 papelotes de entorpecentes, o que caracterizou uma situação de flagrante delito.

“Leandro comandava uma “boca de fumo” no bairro Colônia Santo Antônio. No dia da prisão os investigadores da DEHS montaram campana em frente à casa dele, onde constataram um fluxo intenso de pessoas. Quando resolveram abordar o jovem encontraram com ele papelotes de oxi e maconha”, explicou Martins.
A autoridade policial revelou, ainda, que uma dívida no valor de R$ 300 que a vítima tinha com o infrator, referente ao comércio de entorpecentes, teria motivado o crime. “Leandro argumentou, em depoimento, que um mês antes do crime havia vendido R$ 300 em entorpecentes para Matheus, que tinha 17 anos. O adolescente não quitou a dívida e, por isso, Leandro decidiu matar o rapaz, que veio a óbito após ter sido alvejado com quatro tiros de arma de fogo”, disse.

Além de ser procurado pelo homicídio, Leandro já tinha passagem pela polícia por roubo e porte ilegal de arma. As informações constam no registro do Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp) do Estado do Amazonas. Em abril de 2013, quando ele tinha 15 anos, foi apresentado na Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai) pelo roubo de um celular. No ano seguinte, precisamente no dia 1º de maio de 2014, o infrator teria sido abordado por policiais em posse de um revólver calibre 22.

O jovem foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e indiciado por homicídio qualificado na DEHS. Após os procedimentos legais na unidade policial, ele será conduzido à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505