09/03/2016 09h56 - Atualizado em 9/03/2016 09h56

Mais de 3 mil castrações e microchipagens em cães e gatos são realizadas em Manaus

O número representa um aumento de 105% na média de atendimentos diários.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

As duas unidades móveis do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizaram, entre abril de 2015 a janeiro deste ano, 3.831 procedimentos para castração e microchipagem de cães e gatos. O número representa um aumento de 105% na média de atendimentos diários que já eram realizados na sede do CCZ, no bairro Compensa, zona Oeste de Manaus. A média diária passou de 20 para 41 procedimentos.

O secretário municipal de Saúde (Semsa), Homero de Miranda Leão Neto, explica que as unidades móveis foram idealizadas para promover a descentralização do atendimento realizado na sede do CCZ. “Com essas unidades, a população passou a ter um acesso mais fácil aos serviços oferecidos, sem precisar se deslocar até a sede do CCZ, no bairro Compensa. Muitas pessoas não procuravam o serviço por terem dificuldade para transportar seu cão ou gato, mas com a descentralização passaram a ter duas novas opções de atendimento”, afirma o secretário.

As unidades móveis estão instaladas atualmente no Centro de Referência de Assistência Social (Cras), no conjunto Francisca Mendes II, bairro Cidade Nova, e na rua das Rosas, s/n, bairro Jorge Teixeira I, com capacidade para atender as comunidades das zonas Leste e Norte.

O chefe do Núcleo de Controle da Raiva Animal, José Horácio Pereira, explica que os mesmos procedimentos de castração e microchipagem continuam a ser oferecidos na sede do CCZ, que, de abril de 2015 até janeiro deste ano, realizou 4.311 atendimentos. Ao todo, em um período de dez meses, o CCZ realizou 8.142 procedimentos.

Além da castração e microchipagem, os profissionais do CCZ estão estimulando a guarda responsável de cães e gatos. “A esterilização é um dos mandamentos da guarda responsável de animais, porque controla a procriação indesejada e evita o abandono nas ruas”, ressalta José Horário.

A microchipagem também permite que o CCZ tenha informações de registro e identificação do proprietário e do animal, por meio do implante de microchips.

Agendamento
Para agendar o atendimento, o proprietário do animal precisa procurar a sede do CCZ ou uma das unidades móveis, apresentando os documentos pessoais (RG e CPF), e comprovante de residência. É preciso que o animal tenha mais de quatro meses de idade e esteja em boas condições de saúde física, atendendo a avaliação do médico veterinário.

De acordo com José Horácio, a unidade móvel deve ser mantida no mesmo endereço da zona Leste nos próximos meses, já que não há registro de redução na demanda pelos serviços. Já a Unidade Móvel da zona Norte deve mudar de local a partir do final do mês de maio, saindo do Cras Cidade Nova para a Unidade Básica de Saúde (UBS) José Figliuolo, localizada no conjunto Viver Melhor, bairro Lago Azul.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505