29/03/2016 14h50 - Atualizado em 29/03/2016 14h57

Na Venezuela, manifestantes matam dois policiais durante ato

Eles protestavam contra o aumento das tarifas da passagem para o transporte coletivo urbano e suburbano.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Dois policiais venezuelanos morreram nesta terça-feira ao serem atropelados por um grupo de manifestantes encapuzados durante um protesto contra o aumento da tarifa do transporte coletivo na cidade de San Cristóbal, perto da fronteira com a Colômbia.

Os “distúrbios no terminal de La Concordia – em San Cristóbal – deixaram um saldo lamentável de dois policiais mortos atropelados por um ônibus roubado por encapuzados”, informou a polícia local através de uma mensagem no Twitter.

De acordo com a versão da polícia de Táchira, o corpo de segurança do estado ao qual pertence San Cristóbal, “os policiais estavam isolando a área para evitar que os encapuzados atacassem veículos particulares quando foram atropelados”.

Outros quatro policiais ficaram gravemente feridos no incidente.

Segundo o jornal local “La Nación”, os distúrbios começaram durante a manhã com o “sequestro” de várias unidades de transporte público no principal terminal do estado, em San Cristóbal, por um grupo de encapuzados.

Os manifestantes protestavam pelo aumento das tarifas da passagem para o transporte coletivo urbano e suburbano anunciado para todo o país há poucos dias.

O secretário de governo do Táchira, Ramón Cabeza, informou que até o momento foram detidas 31 pessoas, mas ainda não se estabeleceu sua responsabilidade no ocorrido.

O aumento elevou o preço mínimo da tarifa de 20 bolívares (equivalente a R$ 0,30) a 35 bolívares (R$ 0,50) e entrará em vigência no próximo dia 1º de abril.

Em agosto está previsto outro aumento para 45 bolívares (R$ 0,65) e em novembro chegaria a 50 bolívares (R$ 0,72) como tarifa mínima.

A decisão do Executivo eliminou o benefício que exonerava de custos as pessoas da terceira idade e incapacitados, que agora deverão pagar metade da passagem.

Fonte: Exame.com

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505