21/03/2016 15h15 - Atualizado em 21/03/2016 15h15

Operação Lava Jato não é perseguição política, defende Wilker Barreto na CMM

“A presidente Dilma não tem condição moral mais de presidir o Brasil”, disparou Barreto.
Foto: Tiago Corrêa (CMM)
Foto: Tiago Corrêa (CMM)

Em discurso na tribuna da Câmara Municipal de Manaus (CMM), na manhã desta segunda-feira (21), o presidente do Poder Legislativo, vereador Wilker Barreto (PHS), ressaltou que estão tentando transformar a operação Lava Jato, da Polícia Federal, em perseguição política ao atual governo. E disparou que a presidente da República está sem moral para presidir o País.

“Não estamos preocupados em proteger partidos, quem for culpado e quem tiver seu dedo sujo tem que ir para a cadeia. Mas, estou preocupado, é que querem transformar a Lava Jato, em perseguição política, como se fosse um golpe, e ninguém está levando em consideração, ou já falhou a memória da população os bilhões desviados dos cofres públicos. A presidente Dilma não tem condição moral mais de presidir o Brasil”, disparou Barreto.

Ainda, conforme Barreto, muitos estão lutando pela causa errada. “Quem quer se manter no poder se veste de vermelho, os que querem um melhor para o País vão às ruas abraçados com a bandeira nacional. Alguém tem dúvida da participação direta do PT na corrupção hoje com a Lava Jato? Querem insuflar a população, principalmente, a mais humilde como se fosse um golpe e não é golpe, é corrupção. O governo não investiga e é investigado, ele não pune porque a casa para ele caiu”, afirmou.

Barreto também salientou que a situação financeira do brasileiro – cada vez mais crítica -, segundo ele, precisa ser levada a sério pelo governo. “Me preocupa muito a perda de dinheiro da população. Estou muito preocupado com nosso país. Esse momento difícil está afetando a todos nós, muita gente desempregada, toda a cadeia produtiva está sendo prejudicada. O povo está sem dinheiro até para pegar o transporte”, concluiu.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505