29/03/2016 07h08 - Atualizado em 29/03/2016 10h09

Site pede apoio contra o impeachment da presidente

A página afirma que o processo de afastamento é um golpe por Dilma não ser acusada de crime de responsabilidade.
Foto: Reprodução/AM POST
Foto: Reprodução/AM POST

Com o objetivo de conseguir apoio via internet contra o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) há 14 dias foi lançado o site intitulado ‘Mapa da Democracia’ (http://www.mapadademocracia.org.br/). O site tem como slogan a frase mais usada pelos petistas e apoiadores da legenda ‘O Brasil Contra o Golpe’ e pede o apoio “para quem defende a democracia”.

No site há uma lista de deputados federais que são favor do processo de afastamento da presidente, uma lista de indecisos e outra com os nomes dos que são contra o impeachment. Com base na lista, os apoiadores são orientados a ‘ajudar de alguma forma’ contra o tal golpe enviando mensagens aos indecisos por meio de e-mail, twitter e Facebook na tentativa de convencer eles a votarem contra o processo.

Os internautas podem clicar direto no nome do parlamentar e são direcionados aos diversos contatos dele. A página também apresenta um link ‘Entenda o Golpe’, onde defendem que Dilma não praticou crime de responsabilidade e por esse motivo não pode ser tirada do governo.

Leia o trecho sobre esse assunto:
A presidenta Dilma é acusada de algum crime?
Não. O processo de impeachment em andamento acusa a gestão da presidência da república de uso de “pedaladas fiscais”. Pedaladas fiscais são atrasos no repasse do Tesouro a bancos públicos encarregados da operação financeira de alguns programas sociais. Pode-se argumentar que é uma maneira de cumprir artificialmente o orçamento, mas não é crime de responsabilidade. Portanto, não, a presidenta Dilma não é acusada de nenhum crime.

É possível enviar mensagens para os deputados que estão a favor do impeachment, para os indecisos e para os que são contra.

A página também divulga o número de votos necessários para a derrubada do processo (172) e afirma que faltam apenas 49 para ‘salvar a democracia’.

Fonte: Redação AM POST

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505