18/03/2016 19h01 - Atualizado em 18/03/2016 19h02

Vivo suspendeu grampo de Lula ilegalmente no dia da Alethea

A operadora Vivo suspendeu ilegalmente o monitoramento telefônico de Lula e outros alvos da Operação Alethea pouco antes da deflagração da operação.

Segundo O Estadão, o delegado Marcio Anselmo alertou o juiz Sérgio Moro de que a operadora Vivo, “de maneira absolutamente inexplicável, suspendeu o desvio de todos os áudios interceptados para o sistema guardião, a partir das 22 horas da data de ontem”, em referência ao dia 3.

A PF pediu a Moro que determinasse “a solução imediata” do problema com a fixação de multa de R$ 50 mil por minuto de descumprimento e ameaça de prisão de todos os envolvidos. A Vivo alegou que houve um problema técnico.

O Antagonista

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505