06/04/2016 12h36 - Atualizado em 10/04/2016 12h37

‘Deu ruim’ no mutirão de regularização de imóveis da DPE-AM

Atendimento da Defensoria chegou a demorar mais de 30 minutos.
Foto: Redes Sociais
Foto: Redes Sociais

Parece que o evento de regularização da posse de imóveis da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM), previsto para estes dias  5 e 6 de abril, não está saindo dentro do programado. Na manhã desta quarta-feira (6), o órgão recebeu mais pessoas que o esperado, e os atendentes enfrentaram dificuldades para conter e atender a população que não estava muito satisfeita com a demora. O objetivo do mutirão era reduzir a demanda, que era de 20 novos casos por semana, em média, conforme divulgado pela própria DPE. 
Com o auditório lotado, cerca de duas mil pessoas aguardavam atendimento pela manhã enquanto quatro atendentes levavam cerca de 40 minutos para atender cada cidadão da fila. Por volta das 12h, a situação ainda não havia amenizado. O atendimento está acontecendo no auditório Nina Lins, da Universidade Nilton Lins, Parque das Laranjeiras, zona centro-sul de Manaus, e tem previsão de encerramento às 17h desta quarta-feira.
O cadastramento de pessoas que buscam auxílio na regularização da posse de imóveis faz parte da programação da Semana Nacional de Luta pela Moradia Digna, de 4 a 8 de abril,  e visa atender a população de baixa renda que ainda não possui o título de propriedade dos imóveis onde residem, bem como aqueles que ocupam propriedades privadas a tempo suficiente para ter a posse do imóvel por usucapião. Também estão sendo atendidas pessoas que já estão em disputas de posse de terra, como em casos de processos de reintegração.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505