05/04/2016 08h52 - Atualizado em 7/04/2016 10h28

Eduardo Braga diz que continua no ministério de Minas Energia

Braga disse ainda que continua apoiando Dilma mesmo depois do PMDB ter deixado a base
Foto: Geraldo Magela/Agência Senado
Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Contrariando decisão do seu partido, o ministro de Minas Energia disse, nesta segunda-feira (4), ao chegar no Ministério da Fazenda para uma reunião, que não deixará o Ministério de Minas Energia e que continuará apoiando a presidente Dilma Rousseff (PT).

“O Brasil precisa de soluções e eu sou um soldado que estou à disposição do País para servir com dedicação”, disse Braga, que enfatizou que acha que a reunião do dia 29 de março, na qual o PMDB decidiu desembarcar do governo Dilma, foi “precipitada e não deveria ter acontecido”.

No encontro, foi determinado que os seis ministros do partido e os filiados que ocupam cargos no Executivo Federal entregassem os postos. Além do Ministério de Minas e Energia, o partido comanda os Ministérios de Ciência e Tecnologia, da Saúde, da Agricultura, da Aviação Civil, e a Secretaria Especial de Portos.

*Com informações do Estadão

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505