11/04/2016 15h26 - Atualizado em 11/04/2016 15h51

Em áudio no WhatsApp, Temer antecipa discurso da aprovação do impeachment na Câmara

O vice-presidente queria enviar para a assessoria dele, mas por engano encaminhou para políticos favoráveis ao impeachment.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A carta enviada por Michel Temer a Dilma Rousseff no ano passado deu pano para manga e rendeu infinitas piadas. Pois o vice-presidente parece não se sair melhor quando recorre a meios de comunicação mais modernos.

O site do jornal “Valor Econômico” revelou que Temer encaminhou uma mensagem de voz a peemedebistas, por WhatsApp, em que fala de governo de “salvação nacional”, na necessidade de sacrifícios para tirar o Brasil da crise e na “decisão definitiva” do Senado para o impeachment.
Pois com Temer ocorreu o que acontece diariamente com milhões de brasileiros que usam a ferramenta de troca de mensagens para se comunicar: mandou o audio no grupo errado.

O vice gravou a mensagem para ficar de “stand-by” para ser divulgada quando e se a Câmara aprovasse a continuidade do impeachment e o envio do processo ao Senado.

Queria enviar para a assessoria, para que a mensagem fosse editada e formatada. Mas encaminhou a um grupo de dirigentes e parlamentares favoráveis ao impeachment, que trataram de espalhá-la. E assim ela chegou à imprensa.

Fonte: Veja.com

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505