08/04/2016 09h24 - Atualizado em 8/04/2016 09h24

Em um ano, Banco do Povo concede R$ 84 milhões em financiamentos

O banco beneficiou cerca de 18 mil micro e pequenos empreendedores.
Foto: Michael Dantas/Afeam
Foto: Michael Dantas/Afeam

Em apenas um ano de atividade no Amazonas, o Banco do Povo, distribuiu mais de R$ 84 milhões em financiamentos e beneficiou cerca de 18 mil micro e pequenos empreendedores. Esses investimentos, feitos pelo Governo do Estado, representaram a geração e/ou manutenção de 53 mil postos de trabalho em 2015.

Este ano, o programa mantém o ritmo da liberação de crédito e prevê investimentos de pelo menos R$ 68 milhões. Segundo o presidente da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), Evandor Geber Filho, o alcance da população ao Banco do Povo será ampliado em 2016, por meio da inauguração de mais três postos de atendimento nos municípios de Humaitá (a 590 quilômetros de Manaus), Coari (a 363 quilômetros de Manaus) e São Gabriel da Cachoeira (a 852 quilômetros de Manaus).

“O programa tornou-se o carro-chefe dos empréstimos na Afeam, atraindo um número grande de interessados. Assim, é notório o sucesso do programa Banco do Povo. Os números mostram que estamos mantendo o ritmo de investimentos, mesmo com a crise econômica que afeta o Brasil, auxiliando a alavancar o empreendedorismo local”, destaca.

Acesso ao crédito
Lançado pelo governador José Melo para incentivar a abertura e expansão de pequenos negócios na capital e no interior, além de fomentar a criação de emprego e renda, as operações do Banco do Povo já representam 60% do valor do crédito liberado pela agência. A maioria do crédito foi para o interior do Estado, o que, na avaliação dos técnicos da Afeam, ajudaram a movimentar a economia nos municípios.

A facilidade dos empréstimos, que não exige burocracia, e o baixo valor dos juros, com média de 3%, são os principais atrativos do Banco do Povo, que tem como foco principal trabalhadores autônomos, produtores rurais, microempreendedores individuais, profissionais liberais e micro e pequenas empresas. O valor do financiamento varia de R$ 500 a R$ 15 mil, com prazo de até 24 meses e carência de até três meses para capital de giro. No caso de investimento fixo e misto, o prazo vai até 48 meses e até seis meses de carência.

Empreendedores
Foram estas facilidades que encorajaram Maria Sonia de Oliveira, que deixou a venda de merenda nas ruas da cidade para investir no próprio negócio. “Já tinha feito um financiamento na Afeam há uns 15 anos, mas não deu certo. Agora voltei e já estou no terceiro empréstimo, os últimos dois pelo Banco do Povo”, disse a comerciante que mantém uma padaria no bairro Santo Antônio, zona oeste, onde trabalham 15 pessoas, dos quais 12 são seus familiares.

Com o último financiamento, no valor de R$ 10 mil, Maria Sonia adquiriu novas máquinas e equipamentos e reforçou os estoques do local, onde passou a servir, além do café da manhã, o almoço e lanche, com funcionamento de 5h às 19h, de segunda a quinta-feira, e até às 23h, aos sábados e domingos. “Meu plano agora é fazer um novo financiamento para capital de giro, que vou aplicar no estoque e outras melhorias, já que tem um grande condomínio que inaugurou aqui perto e a clientela deve aumentar”, afirmou.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505