23/04/2016 14h02 - Atualizado em 23/04/2016 14h02

Janot diz que vai apresentar “em breve” mais duas denúncias contra Cunha

Rodrigo Janot também afirmou que o mensalão e o petrolão são uma “única operação” destinada a lesar os cofres públicos.
Foto: Ueslei Marcelino/Reuters
Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou nesta sexta-feira, nos Estados Unidos, que apresentará “em breve” mais duas denúncias contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que já é réu no Supremo Tribunal Federal (STF) por suspeitas de receber propina no petrolão.

“Nós enviamos várias denúncias contra ele e mais duas devem ser consideradas em breve pelo Supremo. Não podemos admitir que o terceiro homem na linha sucessória tenha um passado como o dele”, afirmou Janot, segundo o jornal O Estado de S.Paulo, durante palestra para alunos brasileiros do Instituto de Tecnologia de Massachusetts da Universidade de Cambridge, nos Estados Unidos.

Em seu discurso, o procurador também afirmou que o mensalão e o petrolão são uma “única operação” destinada a lesar os cofres públicos e que os dois esquemas estão interligados entre si. “O mensalão era a ponta do iceberg”, disse ele.

Em dezembro do ano passado, Janot pediu ao STF o afastamento de Cunha da Presidência da Câmara dos Deputados. O relator do caso no STF, ministro Teori Zavascki, ainda não agendou data para liberar o processo para julgamento. Como base para o pedido, o procurador citou onze fatos que, alega, comprovam que Cunha usa o mandato de deputado e o cargo de presidente da Casa “para intimidar colegas, réus que assinaram acordos de delação premiada e advogados”.

No mês passado, o Supremo abriu ação penal contra Eduardo Cunha. Seguindo o voto de Zavascki, o plenário da corte entendeu que há indícios de que Cunha recebeu 5 milhões de dólares de propina por um contrato de navios-sondas da Petrobras, como acusa o Ministério Público.

Com Agência Brasil

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505