26/04/2016 19h53 - Atualizado em 26/04/2016 20h35

Renan Calheiros e Lula tramam para fazer novas eleições

A reunião aconteceu nesta terça-feira (26), na residência oficial do presidente do Senado.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), conversou com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta terça-feira (26) sobre a viabilidade de realizar novas eleições presidenciais no país.

Os dois se reuniram por uma hora e meia na residência oficial da Presidência do Senado, em Brasília.

Segundo a Folha apurou, Renan disse a aliados que Lula está “muito realista” sobre a situação da presidente Dilma Rousseff. A comissão especial do Senado vai julgar a admissibilidade do processo de impeachment da petista no dia 11 de maio e, se aprovado, Dilma será afastada do cargo por até 180 dias.

A presidente tem feito consultas sobre a possibilidade de realizar novas eleições. O modelo, porém, ainda é bastante incerto e foi isso que Lula debateu com Renan.

O presidente do Senado defende o novo pleito mas acredita que Dilma não conseguirá fazê-lo via PEC (Proposta de Emenda Constitucional), pois o Congresso não aprovaria a medida.

A saída proposta por Renan seria um plebiscito, que pode ser feito nas eleições de outubro deste ano, regulamentado em 60 dias e, assim, as novas eleições presidenciais ficariam para o ano que vem.

Lula está bem posicionado nas últimas pesquisas de intenção de voto para a Presidência da República e, segundo aliados, ficou animado com o cenário.

Dilma também pediu uma reunião com Renan para esta terça, após o encontro do peemedebista com Lula.

Publicamente, Renan nega que tenha tratado com Lula sobre novas eleições.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505