13/04/2016 11h28 - Atualizado em 13/04/2016 11h28

Susam realiza oficina para implantação da política estadual da primeira infância

Serão apresentadas as ações que já são desenvolvidas por diversos setores e que poderiam ser incorporadas.
Foto: Reproduução
Foto: Reproduução

A Secretaria de Estado de Saúde (Susam), em parceria com o Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (Idis), realiza, a partir desta quarta-feira (13), a “I Oficina de Implantação da Política Estadual da Primeira Infância”. O evento, que tem início às 14h30, com a presença do secretário estadual de Saúde, Pedro Elias de Souza, acontecerá no Quality Hotel Manaus e reunirá representantes de diversas instituições envolvidas nas ações de atenção à primeira infância no Amazonas.

A coordenadora da área técnica de saúde da Criança, Katherine Benevides, explica que o objetivo de evento é reunir todos os atores envolvidos na implementação da nova política e definir como cada instituição deverá contribuir e trabalhar para fazer valer a lei, assinada pelo governador José Melo, no dia 10 de março de 2016. “A política está pronta, agora vamos começar a colocar em prática, definir os papeis de cada um, estabelecer os prazos e fazer valer o que está descrito na lei, que contempla uma parcela específica da população, que são as crianças na faixa etária de 0 a 6 anos”, afirmou.

Entre os assuntos que serão debatidos no evento está a importância do investimento na primeira infância, quais os benefícios desse investimento a curto, médio e longo prazo e quem são os beneficiados. O assunto será apresentado pelo consultor estratégico e fundador do IDIS, Marcus Kisil.

Também serão apresentadas as ações que já são desenvolvidas pelos diversos setores e que poderiam ser incorporadas à política de atenção à primeira infância, bem como as novas ações que precisam ser desenhadas e incorporadas para sua efetiva implementação.

Telessaúde
A utilização da Telessaúde para realização de ações voltadas para a primeira infância será outro tema integrante da oficina, uma vez que o programa está implantado nos 61 municípios do interior do estado e facilita a disponibilização de alguns serviços, como consultas e programas de educação à distância. “Nossa intenção é utilizar essa ferramenta para disponibilizar consultas na área de pediatria e também cursos e capacitações para os agentes comunitários de saúde, que precisam ter um olhar diferenciado com a primeira infância”, destaca o secretário de estado de saúde, Pedro Elias de Souza.

Na oficina também será debatida a ampliação do Programa de Apoio à primeira infância Amazonense (Papi), realizado através de uma parceria entre a Susam, Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Idis e Fundação Bernard Van Leer. Por meio dele, está em andamento um projeto-piloto de capacitação de residentes da área de saúde (medicina, odontologia e a enfermagem) e profissionais da área de turismo, para que estes possam atuar junto aos Agentes Comunitários de Saúde (ACS), capacitando-os para trabalhar de forma adequada e eficaz com a primeira infância. “Essas pessoas precisam saber atender essas crianças, avaliando-as integralmente, ou seja, verificando se a alimentação está adequada, quadro nutricional, se o crescimento está adequado para a idade, a saúde bucal, o desenvolvimento cognitivo e a saúde psicológica”, explica Katherine Benevides.

Ela informa, ainda, que o projeto piloto está sendo desenvolvido no município de Borba e que a intenção é ampliar para outros municípios.

Ao final desse encontro, os participantes irão elaborar um documento com as diretrizes para implantação da política no estado do Amazonas.

Deverão participar do encontro técnicos da Susam, UEA, Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Amazonas (Cosems), Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), Secretaria de Estado da Assistência Social, Conselho Estadual da Criança e do Adolescente (Cedca), Fundação Amazonas Sustentável (FAS), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e Ministério da Saúde dentre outros.

Política
O Amazonas é o primeiro estado da região Norte e o segundo do Brasil, depois do Rio Grande do Sul, a aprovar um Programa para a Primeira Infância. Criado em consonância com a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança (PNAISC), o programa foi lançado no ano passado pelo Governo Federal.

O programa visa à promoção do desenvolvimento integral da criança, desde a gestação até os seis anos de idade, por meio da integração das Políticas Públicas desenvolvidas no âmbito da saúde, educação e assistência social do estado e dos municípios.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505