29/04/2016 15h31 - Atualizado em 29/04/2016 15h37

“Vidal Pessoa não é lugar nem para bicho ficar”, diz Secretário

Para ele, nem a pessoa que cometeu o pior crime merece ficar na Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa.
Foto: Seap
Foto: Seap

O Secretário de Estado de Administração Penitenciária, Pedro Florêncio, afirmou nesta sexta-feira que as condições da Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa são tão precárias que “não é lugar nem para bicho ficar imagina para pessoas”.

Segundo ele, as celas que seriam para ser ocupadas por três ou quatro presos, comportam 10 e às vezes muito mais que isso. Há celas, segundo ele, que os presos não conseguem sequer deitar no chão, e dormem em pé, acocados ou apoiados nas grades.

“Nem a pessoa que cometeu o pior crime merece ficar na Vidal Pessoa. Aquilo não é lugar nem para bicho ficar imagina para pessoas. Mas estamos fazendo um trabalho para mudar isso”, afirmou o secretário que está há sete meses comandando a pasta.

As declarações foram dadas durante audiência pública na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) para debater o cumprimento da lei estadual que prevê reserva de vagas de emprego para ex-presidiários e presos do regime aberto e semiaberto em empresas que firmam contrato com o Estado.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505