13/04/2016 16h03 - Atualizado em 13/04/2016 16h03

Wilker Barreto cobra que bancada federal do Amazonas escute clamor popular a favor do impeachment

“Operação Lava Jato precisa continuar devido a vontade dos brasileiros”, defendeu o vereador.
Foto: Tiago Corrêa (CMM)
Foto: Tiago Corrêa (CMM)

No uso da tribuna da Câmara Municipal de Manaus (CMM), na manhã desta quarta-feira (13), o presidente da Casa parlamentar, vereador Wilker Barreto (PHS), fez um apelo para que a bancada federal do Amazonas escute o clamor popular a favor do impeachment da presidente da República. Ainda, segundo Barreto, a atual crise econômica é o reflexo da falta de estabilidade na política do Governo Federal e que a Operação Lava Jato precisa continuar devido a vontade dos brasileiros.

“Faço um apelo à bancada do Amazonas para que possam escutar as vozes das ruas, não aquelas vozes de plateias pagas. O homem público fala para as ruas, não fala para meia dúzia. Em qualquer democracia da Europa, você perde o governo quando não tem mais capacidade política de governar. Ou vocês têm dúvida que o PT, o governo da presidente Dilma, tem condições políticas de governar?”, frisou Wilker.

Barreto, ainda, salientou que o apoio pró- impeachment vem das ruas, e é o povo brasileiro que pressiona os parlamentares para cassarem o mandato da presidente da República. “Vejo hoje o discurso de uma chefe de Estado – pequena– com rancor, deveria estar fazendo apelo pelas ruas, ao povo brasileiro. Porque o apoio político hoje, pró- impeachment, vem das ruas, são as ruas que pressionam os parlamentares, são as redes sociais que pressionam individualmente cada parlamentar. E a história não poupará aqueles que se acovardarem e traírem a confiança do povo brasileiro”, analisou.

Para o presidente da Câmara, o próximo domingo (17) – dia que acontece a votação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff – será histórico para o País, mostrando o amadurecimento político da nação. “Domingo é o dia histórico para a nossa República, não vejo como um ato de enfraquecimento da democracia. Mesmo assim, vejo como um amadurecimento do povo do Brasil, que está cobrando o impeachment”, afirmou.

O Chefe do Poder Legislativo Municipal destacou, na tribuna, que a crise econômica é o reflexo do momento de instabilidade política do atual governo. “Me entristece é dar uma volta no comércio do Centro da cidade, e vê que ruas como a Henrique Martins, estão como se fosse um domingo a tarde, de lojas fechadas, as galerias populares, que são belíssimo projeto, vazias. Como é que pode superar essa crise num momento em que politicamente, economicamente e moralmente precisamos oxigenar? A Lava Jato precisa e vai continuar porque o povo brasileiro não abre mão disso, de ir até o fim”, concluiu Barreto.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505