05/05/2016 10h23 - Atualizado em 5/05/2016 10h23

Comissão ouve defesa de Dilma sobre parecer pró-impeachment

Se o processo for instaurado Dilma é afastada e Temer assume o seu lugar.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A comissão especial do impeachment no Senado ouve neste momento a defesa do governo em relação ao parecer apresentado ontem pelo senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) recomendando a admissibilidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Os argumentos da defesa são feitos pelo advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo. Se o processo for instaurado, com o aval da maioria simples do Senado, Dilma é afastada do cargo e o vice-presidente Michel Temer assume o seu lugar.

Na sessão de quarta, o relator Anastasia considerou que existem elementos para que a presidente responda por crime de responsabilidade, infração político-administrativa que pode ser punida, por lei, com a perda do cargo e a inelegibilidade por oito anos. Na ocasião, ele refutou a tese governista de que o impeachment é “golpe de Estado”.

Fonte: Veja.com

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505