16/05/2016 17h25 - Atualizado em 16/05/2016 17h25

Crise do País foi incompetência gerencial de Dilma, afirma Wilker Barreto

Ele afirmou, ainda, que não acredita que Temer fará milagre com um déficit de R$ 120 bilhões.
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Em discurso na Câmara Municipal de Manaus (CMM), na manhã desta segunda-feira (16), o presidente do Poder Legislativo, vereador Wilker Barreto (PHS), analisou que o Brasil se encontra na pior crise econômica e política de sua história, como resultado da incompetência gerencial do governo afastado da República. E salientou, ainda, que não acredita que o presidente em exercício, Michel Temer, fará milagre na economia com um déficit de R$ 120 bilhões.

“Eu nunca vi na história da República, gastos públicos desenfreados, que geraram mais de R$ 120 bilhões negativos no orçamento, só do ano de 2016. Mas agora, o presidente Temer, tem essa coragem de fazer reformas estruturais necessárias. Digo, de forma categórica, que esse governo que saiu é o mais desastroso dos últimos tempos. Começou com o ex-presidente Lula, quando o mesmo gastou as gorduras do nosso orçamento, passamos quase dez anos sem crise. Só que, infelizmente, a incompetência gerencial levou o país a sua pior crise de todos os tempos”, argumentou o parlamentar.

Barreto, ainda, destacou, em seu discurso, que acredita que a corrupção está sendo desplugada da República, e comentou também sobre as investigações contra a empreiteira Andrade Gutierrez. “Eu não sou advogado, sou economista, mas existe um rito jurídico, nós temos uma delação, o que tem de concreto é a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) colocando o ex-presidente da república, Lula, como chefe da quadrilha, isso é concreto. Em relação à investigação da Andrade Gutierrez, nós temos etapas, ainda. A PGR vai se debruçar. Mas, eu quero só aclarar que existe uma análise da PGR para indiciar ou não. Uma vez indiciado vai ao STF, aí o ministro acata ou não, em relação ao ex-presidente Lula, ele já está indiciado”, concluiu.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505