27/05/2016 14h59 - Atualizado em 27/05/2016 14h59

Em novo áudio, Sarney reclama da “ditadura da Justiça”

O ex-presidente disse que enquanto ele não tiver acesso às gravações não falará sobre o caso.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Novas gravações do ex-senador e ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado envolvem ainda mais caciques do PMDB. Em diálogos com o ex-presidente José Sarney, eles comentam sobre o afastamento de Dilma Rousseff, uma possível saída do presidente em exercício Michel Temer, nomeações de ministros do STF e o comportamento do juiz Sérgio Moro. Para Sarney a situação atual é uma “ditadura da Justiça”. As informações são do Jornal Nacional.

Os dois especulam entre fevereiro e março que Dilma vai acabar caindo, principalmente após a prisão do marqueteiro, Sarney então afirma que até Michel Temer vai sair, e ambos concordam que quem iria assumir a presidência seria o então presidente da Câmara, Eduardo Cunha (hoje afastado pelo Supremo Tribunal Federal).

Em outro trecho, o assunto é o juiz Sérgio Moro. Sarney diz que ele “está perseguindo por besteira” e Machado fala que ele “tomou conta do Brasil”. Eles reclamam que ninguém se manifesta contra as decisões de Moro.

Na continuação, o ex-presidente afirma: “A ditadura da Justiça tá implantada, é a pior de todas”. Machado comenta: “E eles vão querer tomar o poder. Pra poder acabar com o trabalho”.

A delação de Sérgio Machado foi homologada na quarta-feira (25) e seu conteúdo já preocupa o governo, devido ao efeito devastador que pode ter sobre a nova gestão de Michel Temer.

A assessoria de José Sarney disse que, enquanto ele não tiver acesso às gravações, não falará especificamente de cada assunto. Em nota, o ex-presidente disse que é amigo de Sérgio Machado há muitos anos e que usou palavras que pudessem ajudar Machado a superar as acusações que enfrentava.

Uol

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505