06/05/2016 12h16 - Atualizado em 6/05/2016 12h16

Em visita ao governador, novo Comandante Militar da Amazônia destaca mais proteção nas fronteiras da região

Foi a primeira reunião do novo comandante com José Melo.
Foto: Joel Arthus/Secom
Foto: Joel Arthus/Secom

Garantir a proteção e combater a entrada de drogas e armas nas fronteiras da região amazônica foi a principal pauta da primeira visita do novo Comandante Militar da Amazônia, general Antônio Miotto, ao governador José Melo, ocorrida na manhã desta sexta-feira, 6 de maio, na sede do Governo do Estado, bairro Compensa 1, zona oeste de Manaus.

A continuidade das ações em parceria com o governo estadual foi enfatizada na reunião com o intuito de fortalecer a presença militar nas áreas isoladas. Um efetivo de mais de 30 mil militares atua na região. “É muito importante termos o apoio do Exército Brasileiro e das demais Forças Armadas em nossas fronteiras por onde ainda passam muitas coisas ilícitas. E, com o novo comandante, vamos buscar alinhar ações que venham inibir cada vez mais o narcotráfico que traz muitos problemas de ordem social em nosso Estado e país”, afirmou o governador José Melo.

O novo comandante do CMA, General Antônio Miotto, assumiu o posto no dia 15 de abril, após quase dois anos de atuação do general Guilherme Theóphilo. Este ano, mais de 2,1 toneladas de drogas foram apreendidas no Amazonas pelas forças de segurança do Estado, segundo dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP). Colaborou para o resultado, a parceria entre o Governo Estadual e o Exército em ações na fronteira como a instalação da base Anzol, em Tabatinga (a 1.108 quilômetros de Manaus), e a Operação Ágata.

O general Antônio Miotto ressaltou que a parceria com o Governo Estadual contempla não somente a área de segurança, mas também as áreas de Saúde e Social. “Vamos dar continuidade a um trabalho que vinha sendo realizado para fortalecer as nossas fronteiras e garantir o apoio em projetos e ações da área social e saúde, principalmente junto ao povo ribeirinho do Estado”, afirmou o militar.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505