13/05/2016 10h05 - Atualizado em 13/05/2016 10h05

Feira da Betânia dá mais qualidade ao trabalho de permissionários após reforma

A reinauguração é fruto de emenda parlamentar do vereador Everaldo Farias.
Foto: Mário Oliveira/Semcom
Foto: Mário Oliveira/Semcom

A Feira Municipal da Betânia, na rua Adalberto Vale, zona Sul de Manaus, foi reinaugurada pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, na noite desta quinta-feira, 12. De acordo com os permissionários, o local não passava por reformas há mais de 20 anos. De cara nova, o espaço oferece mais qualidade de trabalho aos feirantes e conforto também aos frequentadores. O trabalho, executado pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) foi realizado em três meses e custou aproximadamente R$ 270 mil.

Os 192 espaços entre boxes e bancas, dentro e fora da feira, foram contemplados com a reforma. Além disso, foram construídos novos banheiros, o telhado foi reconstruído e o piso revitalizado. A feira ganhou também uma nova pintura nas áreas interna e externa. As partes elétrica e hidráulica foram totalmente refeitas.

“Isso aqui é resultado de uma emenda inteligente do vereador Everaldo Farias (PV), que resolve um problema acumulado por duas décadas e que dá dignidade e conforto aos feirantes e aos consumidores. É um serviço restado à Betânia, à Raiz e a outros bairros próximos. Agora esta é uma feira com todas as condições de funcionar corretamente”, avaliou o prefeito Arthur Neto.

Para o vereador Everaldo, a Feira da Betânia tem um significado muito grande para os moradores da zona Sul e já vinha precisando de uma reforma há vários anos. “Eu estou com sentimento de dever cumprido e a gente percebe, no dia a dia, a diferença que essa obra singela faz na vida das pessoas. Muito há de ser feito, mas isso aqui já é um grande passo e vamos continuar trabalhando para trazer mais dignidade para o povo da zona sul”, afirmou.

De acordo com a permissionária Maria Raimunda, que trabalha há 10 anos na feira, a reforma veio em boa hora. Ela explicou que todos já trabalhavam com receio, principalmente por conta da precariedade da estrutura que estava bastante comprometida. “A nossa maior preocupação era com a fiação que vivia dando curto circuito. Também tinha muito goteira. Nosso banheiro era horrível, mas agora dá gosto vir trabalhar de novo”, falou.

Quem também ficou animada com a reforma foi a feirante Célia da Silva Oliveira. Ela atua no local há 18 anos com a venda de lanches. “Nesse tempo que estou aqui, nunca tinha visto uma reforma. Esse trabalho nos trouxe mais dignidade e vontade para trabalhar”, disse ela.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505