09/05/2016 14h29 - Atualizado em 9/05/2016 14h29

Fux nega liminar para anular processo de impeachment

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou na última sexta-feira mandado de segurança em que o deputado petista Paulo Teixeira (PT-SP) questionava a tramitação do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff e tentava paralisar o andamento do pedido.

A confirmação da negativa ocorreu instantes depois de o presidente em exercício da Câmara Waldir Maranhão (PP-MA) ter anulado três sessões sobre o impedimento da petista. Embora a decisão de Fux nada tenha a ver com a de Maranhão, Teixeira utilizava argumentos semelhantes e questionava, por exemplo, o fato de deputados terem orientado o voto de parlamentares, comprometendo a “liberdade” dos congressistas. Em sua decisão, porém, Fux considerou que o método de votação é uma questão interna da Câmara e não deve ser arbitrada pelo STF.

Fonte: Veja.com

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505