30/05/2016 06h25 - Atualizado em 30/05/2016 06h25

Proposta inclui teste do Zika Vírus no exame de Pré-Natal

A proposta foi apresentada na CMM pelo vereador Everaldo Farias.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Membro da Comissão de Serviço Público (Comserp) da Câmara Municipal de Manaus (CMM), o vereador Everaldo Farias (PV) protocolizou a Indicação 0393/2016 que prevê a inclusão do teste do vírus Zika na relação de exames obrigatórios a mulheres gestantes que são atendidas na rede pública de saúde na capital.

Diante da epidemia da doença no País, que é transmitida pelo mosquito aedes aegypti, a propositura tem o objetivo de aumentar as chances das mães obterem informações sobre suspeita de microcefalia nos bebês, causo pelo Zika Vírus.

“Na rede pública de saúde, as grávidas só fazem o exame de imagem no primeiro trimestre, quando ainda não é possível identificar se o bebê tem ou não a doença. Manaus já tem mais de dois mil casos notificados de infecção por zika e os casos de microcefalia já são doze, com um caso confirmado de associação com o zika. Temos que criar mecanismos para o controle desse surto e dar mais segurança às mães”, defendeu o parlamentar.

Em Manaus, quatro bairros são áreas de maior incidência do vírus. De acordo com levantamento epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Dom Pedro e Alvora (zona Centro Oeste), Cidade Nova (zona Norte) e Jorge Teixeira (zona Leste) são os bairros com mais casos registrados.

A Semsa confirmou o primeiro caso de microcefalia com transmissão por Vírus Zika na capital. Segundo a pasta, um bebê nascido no dia 10 de abril na Maternidade Ana Braga foi diagnosticado com microcefalia. A mãe, de 18 anos, foi infectada pelo vírus em Boa Vista (RR) aos dois meses de gestação.

“A rede municipal de saúde tem reforçado o trabalho de prevenção das doenças com combate ao mosquito aedes aegypti e isso tem ajudado muito nossa população, principalmente as grávidas. No entanto, se o teste for incluído no pré-natal em toda a rede de saúde, muitos casos poderão ser descobertos com antecedência possibilitando maiores cuidados às mães e seus respectivos bebês”, concluiu Everaldo.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505