18/05/2016 07h27 - Atualizado em 18/05/2016 07h30

Proposta prevê desconto no IPVA para veículos movidos a Gás Natural

O autor da indicação ao Governo do Estado é o vereador Everaldo Farias.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O presidente da Comissão de Meio Ambiente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Everaldo Farias (PV), apresentou na terça-feira (17), uma indicação ao Governo do Estado, que prevê desconto no Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para veículos movidos a Gás Natural Veicular (GNV) na capital amazonense, o que deverá ser providenciado pelo Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (DETRAN-AM).
A proposta após analisada e aprovação da Mesa Diretora da Casa Legislativa deverá ser enviada para o governador José Melo, para que solicite do presidente do Detran o desconto proposto pela indicação.

“Mesmo com o alto investimento para a conversão do carro que custa, em média 5 mil, o preço do GNV está bem mais em conta em relação aos outros combustíveis. O Amazonas é o segundo maior estado do país e produção de gás natural. Os veículos movidos a gás conservam o motor, o que significa menos problemas mecânicos e contribuem para a diminuição da poluição do meio ambiente”, defendeu o vereador.

Dados
No Amazonas a produção média de gás natural é de 13.441 milhões de m³/dia, mesmo assim a ideia não chegou com a mesma força aos proprietários de veículos. Até fevereiro deste ano, segundo o Detran, 1.649 veículos estavam sendo abastecidos com o gás natural, bem menos de 1% da frota do Estado, que passa de 600 mil veículos.

Nas cinco oficinas credenciadas pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), a conversão custa, em média, R$ 4.500. Para ter ainda mais facilidades de pagamento o motorista tem opções de linha de crédito junto à Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam) ou pleo Banco Bradesco.

Considerando a média de consumo (13 quilômetros por metro cúbico de gás natural, dez quilômetros por litro de gasolina e sete quilômetros por litro de etanol), para percorrer cem quilômetros o motorista desembolsa R$ 21,92 ao usar GNV (economia de 37,5% em relação ao gasto de R$ 34,50 com gasolina e de 52% em comparação aos R$ 45,71 que pagaria pelo álcool).

“Diante de todos esses benefícios, tanto para o cidadão, quanto para a nossa cidade, é justo que se providencie um desconto aos proprietários que utilizam o GNV, que contribuem com a redução de índices de poluentes e ajudam a preservação do meio ambiente”, concluiu Everaldo.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505