05/05/2016 06h30 - Atualizado em 5/05/2016 06h30

“Semana da Embrapa na Aleam” terá exposição, pesquisas e mini-cursos

O evento terá início na próxima semana.
Foto: Divulgação/Aleam
Foto: Divulgação/Aleam

Seis dos dez cursos relacionados ao setor primário, que serão oferecidos pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) em parceria com a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), na quarta, quinta e sexta-feira da próxima semana, já estão com as inscrições encerradas. A Escola do Legislativo da Aleam, que coordena a “1ª Semana da Embrapa na Aleam”, comemora a grande procura pelas vagas nos cursos que têm como público-alvo agricultores, técnicos e estudantes da área, mas estão abertos a toda a população. “O fato de preenchermos todas as vagas em seis cursos mostra o interesse da população em aprender mais sobre o agronegócio e, sendo assim, a Assembleia Legislativa e a Embrapa consideram que houve acerto na definição dos temas. Além disso, esperamos que a partir dos ensinamentos, novas iniciativas que possam mudar a vida dos participantes”, apontou o vice-diretor da Escola do Legislativo, professor Fabiano Affonso.

Essa programação faz parte de uma iniciativa desenvolvida pela Aleam desde 2013, que busca aproximar o Poder Legislativo de órgãos, entidades ou instituições que tenham projetos e/ou pesquisas que possam ser transformados em Projetos de Lei e atender às demandas do Amazonas, em qualquer setor econômico ou segmento social. Por indicação do presidente da Aleam, deputado Josué Neto (PSD), o Poder Legislativo já se reuniu com o Comando Militar da Amazônia (CMA), com os cientistas do Inpa e agora vai apresentar uma exposição das pesquisas da Embrapa no próximo dia 9, abrindo a “Semana da Embrapa na Aleam”. No dia 10 de maio, a instituição que é ligada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) será homenageada durante Sessão Especial no plenário Ruy Araújo, pelos serviços prestados à sociedade amazonense.

A diretora da Escola do Legislativo, professora Jaqueline Ferretti, destaca que “a Embrapa vem realizando estudos em diversas linhas de atuação, há anos. Daí a importância de convidar uma empresa consolidada no Amazonas para compartilhar conhecimento e informações de extrema importância envolvendo políticas e pesquisas de desenvolvimento e preservação da Amazônia”.

Os cursos, de um dia inteiro ou apenas meio de duração, são palestras bem elaboradas, que demonstram práticas agrícolas e pecuárias de maneira fácil e com viés sustentável em todas elas, garantindo o manejo correto da lavoura ou do gado e, consequentemente, maior produção e renda. Não há mais vagas para os cursos “Integração Lavoura Pecuária e Floresta”, “Curso de Silvicultura”, “Curso Uso de Medicamentos Veterinários na Piscicultura”, “Curso Sistema de Produção de Tambaqui”, “Curso Amostragem de Solo e Folhas e Interpretação da Análise” e “Curso Agricultura Sustentável”, porém ainda é possível se matricular no “Curso Sistema de Produção de Guaraná”, “Boas Práticas Agrícolas da Cultura do Cupuaçuzeiro”, “Sistema de Produção de Mandioca e Grãos”, “Sistema de Produção de Banana” e “A Cultura da Seringueira”, todos eles por meio deste link. http://questionario.cpaa.embrapa.br/index.php/391911?newtest=Y. A Embrapa também vai oferecer uma visita monitorada à sede da Empresa, que fica no quilômetro 29 da AM-010, na sexta-feira (13).

Na próxima quarta-feira (11), será aplicado o curso “Integração Lavoura-Pecuária- Floresta” com temas que envolvem culturas anuais, culturas arbóreas e pastagens integradas. Ainda na segunda, também pela manhã, será a vez do “Sistema de Guaraná”, com os temas seleção de mudas, aberturas de covas e adubação, propagação e tratamento de mudas, plantio e manejo, principais pragas e doenças e as formas de controle, assim como as boas práticas de colheita e pós-colheita. Pela parte da tarde, os participantes vão aprender as “Boas Práticas Agrícolas da Cultura do Cupuaçuzeiro”. Os temas desse curso serão a implantação da cultura, pragas e doenças, formas de propagação, coleta e beneficiamento do cupuaçu. Na parte de silvicultura, serão abordados a produção de sementes e mudas, seleção de espécies florestais, reflorestamento e o código florestal.

Na quinta-feira (12) o curso será de “Produção de mandioca e grãos”. Temas como cadeia produtiva, condições edafoclimáticas, seleção, preparo e formas de conservação de sementes e manivas, serão abordados. Já no curso de “Uso de medicamentos veterinários na piscicultura” que tem como público-alvo os engenheiros de pesca, serão abordados assuntos como estratégia para identificação de acantocéfalos e a prevenção e controle de acantocéfalo em tambaqui. Na mesma terça, ainda serão ministrados os cursos de “Produção de tambaqui”, “Produção de banana” e a “Cultura da seringueira”.

Na sexta-feira (13), a Embrapa vai oferecer os cursos “Amostragem de solo e folhas e interpretação da análise” e “Agricultura sustentável”.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505