03/06/2016 13h09 - Atualizado em 3/06/2016 13h09

Casos confirmados de zika sobem para 1.391 em Manaus este ano

Capital segue com um caso confirmado de microcefalia associado ao vírus. Há 4.489 casos suspeitos de zika, segundo Informe Epidemiológico.
Foto: Reprdução
Foto: Reprdução

Os casos do vírus da zika confirmados em Manaus chegaram a 1.391, segundo o 44º Informe Epidemiológico da Febre do vírus zika, divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). A capital permanece com um caso confirmado de microcefalia relacionado ao vírus.

Entre mulheres grávidas, o número de casos de zika suspeitos chega a 870 – 34 a mais em relação ao último boletim (836), com 233 confirmações, 399 casos descartados e 238 ainda em investigação.

Em relação à microcefalia, há 16 notificamos na cidade. Um caso está associado ao vírus da zika e outros casos não têm relação. Quatro casos foram descartados e sete estão em investigação.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Manaus conta com 1.684 brigadas de combate ao Aedes egypti implantadas na cidade, com 8.782 pessoas capacitadas para combater o mosquito, que transmite, além do zika, os vírus da dengue e chikungunya.

Situação de emergência
Em razão da crescente incidência do vírus zika e a classificação de Manaus de médio risco para infestação do mosquito Aedes aegypti, a Prefeitura publicou o Decreto 3.331, no dia 1º de junho, prorrogando a Situação de Emergência no município de Manaus por mais 180 dias, para controle da Epidemia por Doenças Infecciosas Virais, entre elas o zika vírus.

O decreto autoriza a adoção de medidas necessárias à situação e autoriza, também, que a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) adote ações à prevenção de iminente epidemia nos termos e diretrizes fixadas pelo Ministério da Saúde.

Fonte: G1

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505