15/06/2016 22h53 - Atualizado em 17/06/2016 07h54

Eduardo Braga é citado em delação premiada da Lava Jato

Segundo o delator, Sergio Machado, Braga teria recebido doações do grupo JBS (Friboi).
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O ex-presidente da Transpetro Sergio Machado, citou em sua delação premiada mais de 20 políticos de sete partidos e fez citação ao senador Eduardo Braga (PMDB) que segundo o delator teria recebido doações do grupo JBS (Friboi).

Machado afirma ter escutado de diversos senadores nas reuniões feitas na casa do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB) “que o grupo JBS (Friboi) iria fazer doações ao PMDB, a pedido do PT, na ordem de R$ 40 milhões (…) que essa doação seria por meio da JBS, que no que diz respeito ao PMDB, seriam contemplados por doações da JBS diversos Senadores, dentre os quais: Renan Calheiros, Jader Barbalho, Romero Jucá, Eunício Oliveira, Vital Do Rego, Eduardo Braga, Edison Lobão, Valdir Raupp, Roberto Requião e outros”.

A assessoria de imprensa de Braga disse que só se pronunciará por meio de nota oficial.

Machado afirma que os políticos que o procuravam não citavam a palavra “propina”, mas tinham conhecimento que o dinheiro viria de empresas com contratos com a Transpetro – e, portanto, de origem e intenção ilegal.

O ex-presidente da Transpetro se comprometeu, em acordo de delação premiada, a devolver R$ 75 milhões à Petrobras em troca a Procuradoria-Geral da República (PGR) acertou que Machado não poderá ser condenado a mais de 20 de anos nas ações criminais às quais deverá responder pelos desvios na estatal.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505