20/06/2016 14h41 - Atualizado em 20/06/2016 14h41

Emoção e alegria popular marcam chegada da Tocha Olímpica a Manaus

Ex-técnico da Seleção Amazonense de Handball, Walmir Alencar, conduziu a chama na Arena da Amazônia.
Foto: Divulgação/ Manauscult
Foto: Divulgação/ Manauscult

A Tocha Olímpica chegou a Arena da Amazônia, na zona Centro-Sul da capital, conduzida pelo ex-professor de educação física e ex-técnico da Seleção Amazonense de Handball, Walmir Alencar, 74 anos, que conquistou os títulos de bicampeão brasileiro e campeão sul-americano a frente da equipe amazonense. Presente na inauguração do antigo Estádio Vivaldo Lima, em 1970, Walmir teve, agora, a oportunidade de conduzir a chama na Arena da Amazônia.

“Eu estou muito feliz e honrado. Acho que foi o fechamento ideal para tudo aquilo que eu me dediquei ao esporte”, disse ele que, em agosto, estará no Rio de Janeiro, a convite do Comitê Olímpico Rio 2016 para acompanhar os jogos.

Walmir passou o fogo olímpico para o design Glauber Penha, responsável pela empresa Caboquês Ilustrado, que produz camisas com temas da Região para valorizar as expressões locais e a cultura amazonense.

O diretor-executivo do Comitê Rio 2016, general Marco Aurélio Vieira, ao lado do governador do Estado, José Melo, entre outras autoridades, acompanhou a passagem da tocha e destacou a grande festa feita por Manaus para receber esse momento importante que antecede os jogos Olímpicos 2016. “Manaus está sendo nota dez. Esses não são os jogos apenas do Rio de Janeiro, mas do Brasil e estamos muito felizes de poder mostrar as belezas do Estado do Amazonas”, comentou.

Antes da chegada da tocha na Arena da Amazônia, a fanfarra da escola Senador Petrônio Portela fez apresentações de músicas populares. O público no estádio pode ainda assistir a uma apresentação da equipe de paraquedistas do Exército Brasileiro. O subtenente Hilton Pereira pousou no gramado carregando a bandeira do Brasil e emocionou a plateia.

Os pequenos Joel Morets, 8 anos, e o primo Fábio Costa, 9 anos, estavam entre as centenas de crianças que aguardavam ansiosas a chegada do Símbolo Olímpico. Ao final do evento, Fábio e Joel eram só alegria. “Eu achei tudo muito legal. Foi emocionante ver a tocha bem de perto”, afirmou Fábio, que disse ainda que vai guardar o momento na memória para sempre.

Do lado de fora da Arena, o boliviano Fabian Amaya, que está de férias em Manaus com sua família, também fez questão de acompanhar a passagem da tocha pela capital. “A gente soube pela televisão e não podíamos perder. É um momento especial e fiz questão de trazer a minha família, já que na Bolívia nunca tivemos essa oportunidade”, disse ele, acompanhado da esposa, filhos e dos sogros.

Serviços
Durante toda a manhã deste domingo, 19, as equipes do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) identificaram mais de 10 faixas em alguns pontos da cidade, como na avenida Santos Dumont e estrada da Ponta Negra, que foram retiradas com apoio da Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp). A maioria estava em postes e no canteiro central, onde não é permitido a colocação de material publicitário, conforme previsto no Plano Diretor de Manaus.

Uma ação de marketing de emboscada também foi desmontada no Boulevard, onde havia uma tenda de venda de colchões. Já na avenida Constantino Nery foi solicitado do proprietário a retirada de uma churrasqueira que obstruía o passeio público.

Além do Implurb, a prefeitura continuará atuando com todos os seus órgãos até o final do Revezamento da Tocha Olímpica por Manaus, para evitar desordem ou qualquer outro tipo de problema para a população.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505