18/06/2016 12h54 - Atualizado em 18/06/2016 12h54

Festas juninas são vitrines para frequentadores dos centros de convivência

As festas realizadas desde o começo do mês têm servido como vitrine para os trabalhos e atividades desenvolvidos ao longo de todo o ano por seus frequentadores.
Foto: Divulgação/ Secom
Foto: Divulgação/ Secom

O clima de São João tomou conta dos centros de convivência administrados pelo Governo do Amazonas. Com programação até o próximo dia 1º de julho, as festas juninas realizadas em todos os espaços desde o começo do mês têm servido como vitrine para os trabalhos e atividades desenvolvidos ao longo de todo o ano por seus frequentadores.

“De certa forma, as comemorações dos centros de convivência são auto-sustentáveis. Cada evento que nós realizamos é feito com itens e produção de cursos e aulas que nós ministramos dentro dos nossos espaços, como a dança, a culinária e a confecção de roupas. Tudo é feito por nossos alunos e frequentadores”, explicou a secretária executiva da Secretaria de Estado da Assistência Social e Cidadania (Seas), Jane Mara Morais.

Nesta última sexta-feira e sábado foi a vez do Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, na Cidade Nova, levar o clima junino para a zona Norte da capital amazonense. Com a presença massiva do público, o arraial do contou com mais de 30 apresentações lúdicas, todas preparadas pelos frequentadores do espaço.

Entre as principais atrações se destacaram “Sola da Bota”, “Carimbó”, “Emília”, “Dança do Ventre” e “Quadrilha”, apresentados por crianças e também membros da terceira idade, que esbanjaram simpatia para a platéia. “Por em prática todas as aulas de dança que eu e minhas amigas tivemos desde o começo do ano e ver que a apresentação ficou linda é muito gratificante, ainda mais para mim que antes de conhecer o centro quase nem saia de casa e não convivia com outras pessoas”, disse Maria Rodrigues, de 61 anos que interpretou Carmem Miranda em sua apresentação.

Preparada para as duas noites de espetáculo, Deuzenira Castilho, de 74 anos, frequenta o espaço há nove anos e já participou de quase todas as atividades oferecidas no centro de convivência. “Já passei por culinária, fiz caratê, natação, dança é claro e até já aprendi inglês. Estar aqui e poder me sentir bem é a melhor coisa da minha vida”, afirmou.

Programação
A próxima festa promovida pelo Governo do Amazonas acontece no dia 23 de junho, no Centro Estadual de Convivência da Família 31 de Março, no Japiim. A programação preparada pelo Estado encerra apenas no dia 1º de julho, no Centro Estadual de Convivência do Idoso Honorina Lopes, no município de Iranduba (a 28 quilômetros de Manaus).

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505