03/06/2016 12h20 - Atualizado em 3/06/2016 12h20

Governo realiza pagamento de produtores rurais que fornecem alimentos para a merenda escolar

São mais de 15.600 produtores individuais, associações e cooperativas de agricultores rurais.
Foto: Divulgação/ADS
Foto: Divulgação/ADS

O Governo do Estado do Amazonas, através da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas – ADS, realiza o pagamento de mais de R$ 4 milhões aos produtores rurais da capital e interior que fornecem alimentos para o Programa de Regionalização da Merenda Escolar (Preme).

São mais de 15.600 produtores individuais, associações e cooperativas de agricultores rurais envolvidos. A ação é uma determinação do Governador do Amazonas, José Melo em priorizar uma alimentação saudável na Rede Pública de Ensino estadual, reafirmando também o compromisso com a classe de agricultores familiares do Estado.

De acordo com o presidente da ADS, Lissandro Breval, uma das prioridades do governo é promover o desenvolvimento da economia no interior. “Por isso reafirmamos o nosso compromisso de mantermos em dia os pagamentos aos fornecedores do Preme, mesmo diante da crise que todos enfrentamos. Esse é um compromisso do governador de jamais abrir mão da segurança alimentar das crianças e jovens estudantes”, disse.

O secretário de Produção Rural do Estado (Sepror), Sidney Leite, enfatiza que os produtores rurais do Estado do Amazonas fornecem ao Preme alimentos de qualidade, com o intuito de evitar a obesidade infantil e a má qualidade de vida causada por alimentos prejudiciais à saúde. “Além de gerar mais renda no Amazonas, com a substituição dos gêneros alimentícios importados por produtos regionais, nós estamos contribuindo para a interiorização do desenvolvimento e o resgate de hábitos alimentares saudáveis”, afirmou.

O produtor rural, Aloisio Pollmeier, possui uma grande plantação de hortaliças e frutas, localizada no quilômetro 26 da Rodovia AM-070 (Manaus – Manacapuru). A propriedade fornece vários alimentos que compõem a merenda escolar do Amazonas. “É difícil desenvolver um projeto no interior, e a parceria com a ADS, nos ajudou a expandir os nossos negócios. Grande parte da nossa produção vendemos por meio do Preme”, enfatiza Aloisio.

Programa
Atualmente, os alunos da rede pública têm 50 alimentos incorporados em seu cardápio, todos alimentos regionais. Entre eles está o peixe, castanha, açaí (polpa), banana pacova, abacaxi e mamão, dentre outros.

Todos os produtos regionais adquiridos pelo Preme são repassados para a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), que é responsável pela distribuição nas escolas.

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505