21/06/2016 14h27 - Atualizado em 21/06/2016 14h27

Homem tenta assaltar delegado em Manaus e é preso: ‘Não deu sorte’

Crime aconteceu na manhã desta segunda-feira (20), em Manaus. Ele afirmou que cometeu crime para tentar pagar aluguel de casa.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Um homem de 28 anos foi preso na manhã desta segunda-feira (20) após tentativa de assalto a um delegado da Polícia Civil. Tarssizo Leitão Cavalcante abordou a autoridade policial com uma arma falsa e foi preso em flagrante em via pública no bairro Nossa Senhora das Graças, na Zona Centro-Sul de Manaus. Ele afirmou que cometeu o crime para tentar pagar o aluguel da casa onde mora.

O crime aconteceu por volta das 6h45 desta quarta-feira (20). “Eu estava na minha casa, estava saindo com o carro, dentro da garagem e ele apareceu segurando, supostamente, uma arma na cintura e falou ‘passa o celular, passa o celular’. Eu tava com o distintivo e com a arma, então eu virei para ele não prestar atenção que eu estava com o distintivo, que eu era policial”, afirmou o delegado adjunto da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), Guilherme Torres.

Segundo o policial, Tarssizo pegou o celular e entrou em um táxi que estava dirigindo. O delegado, então, abordou o suspeito.

“Eu falei ‘deita, deita’, ele fez menção de que ia sacar a arma, então eu falei ‘solta arma e deita no chão’. Eu não sabia se tinha alguém dentro do veículo, então eu dei uma revista no veículo,e verifiquei que não tinha ninguém”, contou Torres.

Durante a revista no homem, o delegado encontrou uma arma falsa. “Joguei, pensando que era uma arma de fogo e ela despedaçou”, afirmou.

O homem foi dominado pelo delegado até a chegada de viaturas policiais. Torres afirmou ainda que precisou segurar o suspeito para que não houvesse agressão de populares.

Com Tarzisso, foram encontrados outros celulares coletados em assaltos anteriores. “Ele não deu sorte, foi preso em flagrante por cinco crimes de roubo e vai baixar para a penitenciária”, contou o delegado.

Durante coletiva de imprensa, Tarssizo falou que realizou os assaltos para tentar pagar o aluguel da casa onde mora. “O prazo para pagar era até hoje”, disse. Na delegacia, o homem se apresentou como taxista.

Segundo o delegado, o homem não tem passagem pela polícia, mas tem registros de boletins de ocorrência por ameaça e violência doméstica. Ele será encaminhado a Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa.

Fonte: G1

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505