26/06/2016 13h20 - Atualizado em 27/06/2016 10h41

Jair Bolsonaro dispara em popularidade após se tornar réu do STF

A hashtag #SomosTodosBolsonaro ficou nos tops trends mundiais do Twitter e entre um dos assuntos mais comentados no Facebook.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Após sofrer com a atitude absurda e contrária a um pressuposto constitucional devidamente fundamentamento no artigo 53 da CF, Jair Bolsonaro ganhou muito mais apoio no Brasil inteiro.

Milhares de pessoas: anônimos, políticos, artistas, blogueiros, jornalistas e youtubers famosos estão dedicando vídeos e publicações diversas para demonstrar indignação com o STF por ter decidido passar por cima da imunidade parlamentar e levar o terço da Rosário para ser rezado no Supremo em um momento de caótica crise política vivenciada no país.

Na quarta-feira, 22, a hashtag #SomosTodosBolsonaro ficou nos tops trends mundiais do Twitter e se tornou um dos assuntos mais comentados do Facebook. As páginas e grupos de apoio ao deputado aumentaram consideravelmente o número de seguidores e as contas oficiais de Jair elevaram-se em milhares de novas curtidas. Atualmente Bolsonaro é o deputado que mais tem seguidores no Facebook em todo o Brasil,, ultrapassando a marca dos três milhões. Nem Dilma ou Lula conseguiram essa popularidade nas redes.

Na quinta-feira, 23, um novo twitaço toma conta da rede social e eventos em apoio ao deputado já foram agendados em todo o país, dos quais ocorrerão em três datas diferentes do mês de julho. Alguns grupos devem fazer uma demonstração de apoio simbólica a Jair no próximo domingo.

Karol Eller, Lilo, Ana Paula Palagar, Rick Rocker, Dilnei Giovane, Joice Hasselmann e dezenas de pessoas que possuem popularidade, seja no meio jornalístico ou em canais da internet, gravaram vídeos para repudiar a decisão do STF e levantar a bandeira do Somos Todos Bolsonaro.

Já que a esquerda não conseguiu inserir o nome de Bolsonaro em nenhuma lista de corrupção, conseguiram de maneira arbitrária que ele virasse réu por um crime que não cometeu. Afinal, se dizer que não estupraria uma mulher porque ela não merece é digno de um processo, então se dizer que estupraria alguém porque essa pessoa merece seria passível de quê? Estrelinha de bom menino?

Não é preciso apoiar tudo que Bolsonaro diz para ver que mais uma vez as leis estão sendo destruídas por aqueles que deviam fazer a manutenção das mesmas com o objetivo de que sejam cumpridas. Bolsonaro deve ser absolvido em seu julgamento, mas se não for, creia, não será o deputado que sairá perdendo, mas o Brasil, pois se são capazes de fazer isso com alguém que não cometeu um crime, imagine o que não farão com o povo.

Dilma caiu, Lula está sendo amparado vergonhosamente para que não caía, mas aquele ‘grupo’ de sempre continua no poder e ainda mandam no país, mesmo que muita gente acredite no contrário. Se estão fazendo isso contra Bolsoanro, também tentarão contra Temer, contra os filhos de Jair Bolsonaro, que são políticos íntegros e elogiados por suas excelentes condutas, e contra qualquer parlamentar, independente do partido, desde que surja no meio do caminho.

A decisão do STF serve como alerta, não para seguidores de Bolsonaro, mas para todos os brasileiros que se acomodaram após a aprovação do afastamento de Dilma, achando que a guerra estava ganha, enquanto o antigo governo continua mexendo ‘seus pauzinhos’ para ganhar tempo, mudar o foco e reverter o impeachment que ainda não se consumou e que o PT e a esquerda brasileira não aceitarão pacificamente.

Fonte: br.blastingnews.com

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505