30/06/2016 06h27 - Atualizado em 30/06/2016 18h38

Raimundo Lira põe ordem na casa e impede interrupções irrelevantes de Vanessa Grazziotin

O presidente da Comissão de Impeachment no Senado ordenou que as ‘palavras’ da senadora não fossem registradas na ata.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Até Raimundo Lira (PMDB-PB) tem limite de paciência para a mais estridente integrante da Bancada da Chupeta.

Na reunião do dia 29 de junho da Comissão de Impeachment no Senado Federal, o presidente da comissão, que tem sido criticado desde o início dos trabalhos pela falta de firmeza no comando das sessões, teve de se impor contra a comunista Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), aliada fiel do PT na defesa de Dilma Rousseff.

A senadora que não para de falar na vez dos outros ainda queria direito a réplica após Ana Amélia (PP-RS) recorrer ao regimento interno para demonstrar que era imprópria uma de suas milhares (e irrelevantes) questões de ordem, apresentadas para atrasar o processo.

“Não dei a palavra a Vossa Excelência”, disse Lira. “Peço que não coloque na ata as palavras da senadora Vanessa Grazziotin.”

Já era tempo, senhor presidente. Continue assim.

Assista o vídeo:

Fonte: Veja e Redação AM POST

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505