06/06/2016 19h36 - Atualizado em 6/06/2016 20h25

Temer se aproxima de Braga para se manter no poder

O senador é cotado para relatoria-geral do Orçamento da União 2017 como estratégia.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Com o intuito de se livrar definitivamente de Dilma Rousseff, o presidente interino Michel Temer (PMDB) tem monitorado de perto as articulações para conseguir os 54 votos necessários para comandar o Palácio do Planalto e descartar a petista de uma vez por todas aprovando no senado a cassação do mandato da presidente afastada. Um dos nomes cotados para a decisão de votar a favor impeachment é o de Eduardo Braga (PMDB-AM) que voltou à cena nacional com grande valor para o atual governo.

De acordo com matéria publicada no site do Valor Econômico, dessa segunda-feira (6), Temer tem monitorado pessoalmente os passos de Braga que pode ser um voto decisivo para que ele continue presidente do Brasil.

O senador do Amazonas que durante todo o processo contra Dilma a defendeu ferrenhamente se ausentou da votação pela admissibilidade do processo de impeachment e agora é tido como certo na relatoria-geral do Orçamento da União para 2017.

A situação, sem dúvida, aproxima Braga de Temer e o coloca na cúpula do governo. A estratégia do presidente é agradar o peemedebista também com a manutenção do comando da Eletrobrás Amazonas e possivelmente da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505