17/06/2016 15h18 - Atualizado em 17/06/2016 15h26

Vanessa chama grupo político liderado por Temer de ilegítimo e sugere plebiscito

Para a senadora a única saída para a crise econômica e política que assola o Brasil virá com a consulta aos cidadãos.
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Em discurso no Plenário, nesta sexta-feira (17), a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) afirmou que a única saída para a crise econômica e política que assola o Brasil virá com a consulta aos cidadãos.

– A única saída é chamar a população para nos ajudar a tirar o país da crise. Convocar um plebiscito para que a população diga se quer ou não a antecipação das eleições – afirmou.

Vanessa acusou o grupo político liderado pelo presidente interino Michel Temer de ser ilegítimo e de aplicar um golpe contra a presidente afastada Dilma Rousseff, já que, na opinião da senadora, a petista não cometeu crime de responsabilidade com as chamadas “pedaladas fiscais”. Ela citou artigo do professor da Universidade de Campinas (Unicamp), Rogerio Cezar de Cerqueira Leite, que comparou Dilma com a heroína da Guerra dos 100 anos, Joana D’Arc, morta e queimada viva por ser acusada de vestir-se como homem.

– Baseada nessa acusação, uma mulher guerreira, que defendia sua pátria e seu povo, foi morta queimada viva – comparou.

Para a senadora, a crise não é responsabilidade de Dilma, apesar dos erros cometidos em sua gestão, e até mesmo na administração do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo Vanessa, os administradores interinos do país utilizam a crise política para alimentar a crise econômica e, sob esse pretexto, querem arrancar a presidente definitivamente de seu lugar. Uma vez confirmados no poder, avaliou, eles neutralizarão a Operação Lava Jato e retirarão direitos dos trabalhadores ao viabilizar a aprovação de projetos como o que regulamenta a terceirização.

Fonte: Agência Senado

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.

Ultimas notícias

Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505